Vídeo é um escândalo, mas pode ser usado para alavancar popularidade de Bolsonaro

Leia no Blog do Rovai: Se não forem tomadas as medidas necessárias para preservar a democracia este vídeo vai fortalecer o governo. E vai ampliar o autoritarismo.

O vídeo liberado por Celso de Mello é horroroso, nojento, asqueroso. Não há nada que se conheça na história política do Brasil que se compare aos trechos que estão circulando.

As frases utilizadas por Bolsonaro e Weintraub mostram que estamos sendo governados por pulhas. Pessoas sem nível léxico para diálogo responsável e civilizado.

Entre outros crimes, Weintraub fala que “botava esses vagabundos todos na cadeia”, referindo-se ao STF. A frase exige sua cassação imediata como ministro.

Bolsonaro diz que precisa dos cargos das pessoas que estão na ponta da PF pra proteger seus familiares e amigo. Isso é crime de responsabilidade e teria de levá-lo ao impeachment.

Entre outras coisas, Bolsonaro fala também que não vai enfiar o rabinho entre as pernas. Que vai reagir. Que é o chefe das Forças Armadas.

Ao mesmo tempo, Heleno soltou uma nota ameaçando uma quartelada.

A pergunta que me faço é: teremos condições de realizar o necessário?

Porque se as instituições amarelarem, se o Congresso fazer de conta que os vídeos não são graves, se o STF ficar com receio das ameaças de Weintraub e Bolsonaro a situação pode se complicar muito mais.

O vídeo é estarrecedor, mas não tem coisas muito diferentes do que Bolsonaro e sua gangue têm falado em lives e entrevistas.

Onde quero chegar?

Se não forem tomadas as medidas necessárias para preservar a democracia este vídeo vai fortalecer o governo. E vai ampliar o autoritarismo.

Há muitos momentos em que o presidente e alguns ministros falam em defender a liberdade e o Brasil. Bolsonaro, aliás, diz que “eles querem é as nossas hemorroidas”, comparando-as com liberdade.

Isso pode virar peça de campanha do bolsonarismo e fazer valer o que o presidente disse que “é fácil fazer uma ditadura no Brasil”. É preciso agir pra impedir que esse vídeo se naturalize antes que seja tarde demais.

Antes que a próxima pesquisa mostre avanço na popularidade de Bolsonaro.

Avatar de Renato Rovai

Renato Rovai

Jornalista, mestre em Comunicação pela ECA/USP e doutor pela UFABC. Mantém o Blog do Rovai. É editor da Fórum.