Brasília, eu vi

14 de junho de 2017, 19h26

Família Cabral: Um roteiro para a história

Um dia, o maridão abre uma caderneta de fiado na H.Stern e avisa à patroa: compra o que quiser. Ela vai e gasta 6 MILHÕES DE REAIS em joias, como quem se esbalda na liquidação da Renner. Ao juiz Moro, ela explica: nunca me veio à cabeça que tanta fartura vinha de bandidagem. É absolvida. […]


+ posts

29 de abril de 2017, 15h20

MORO EM SEU LABIRINTO

A reação do juiz Moro à postura corajosa e digna de Lula à perseguição abjeta que tem sofrido gerou, agora, uma excrescência de moralidade que, por si só, já deveria ser suficiente para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) afastá-lo daquele hospício que virou a Vara de Curitiba. Moro mandou recolher presentes que Lula ganhou, […]


24 de abril de 2017, 22h11

EU, A CARTA E O JUDICIÁRIO QUE NOS COBRA (UMA VAQUINHA VIRTUAL)

A história é a seguinte: em 25 de maio de 2012, há quase cinco anos, portanto, publiquei uma matéria na revista e no site da CartaCapital revelando que o araponga da Aeronáutica Idalberto Matias Araújo, o Dadá, considerado o braço direito do bicheiro goiano Carlinhos Cachoeira, negociou com o então diretor da sucursal da revista […]