Brasília, eu vi

  • Joesley e a Globo

    Essa entrevista de Joesley Batista à revista Época, como tudo que vem do esgoto global, tem que ser observada com muito cuidado, justamente porque nada, ali, acontece por acaso.

  • Família Cabral: Um roteiro para a história

    Um dia, o maridão abre uma caderneta de fiado na H.Stern e avisa à patroa: compra o que quiser. Ela vai e gasta 6 MILHÕES DE REAIS em joias, como quem se esbalda na liquidação da Renner. Ao juiz Moro, ela explica: nunca me veio à cabeça que tanta fartura vinha de bandidagem. É absolvida. […]

  • Moro já era

    A ligação de Moro com o golpe, no todo, e com o PSDB, no particular, o reduziram a esse boneco de camisa preta cujo prazo está expirando rapidamente, até mesmo na Globo, onde foi fabricado.

  • Cabeça oca

    Por Leandro Fortes Essa entrevista de Fernando Henrique Cardoso à Folha de S.Paulo, na qual ele chama João Doria e Luciano Huck de “o novo”, não revela insanidade nem muito menos senilidade, como muitos acreditam, dada a idade provecta do velho ex-presidente tucano. O fato é que, produzido à esquerda, durante a ditadura, e moldado […]

  • Arapuca fascista

    Por Leandro Fortes Só há uma razão para o juiz Moro, que é um poço de vaidade, pedir a seus “simpatizantes” (gente, é jeca demais) para não marcharem sobre Curitiba, em 10 de maio, quando o ex-presidente Lula será interrogado por ele: a estratégia de repressão montada com a Polícia Militar. A PM do Paraná, […]

  • MORO EM SEU LABIRINTO

    A reação do juiz Moro à postura corajosa e digna de Lula à perseguição abjeta que tem sofrido gerou, agora, uma excrescência de moralidade que, por si só, já deveria ser suficiente para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) afastá-lo daquele hospício que virou a Vara de Curitiba. Moro mandou recolher presentes que Lula ganhou, […]

  • EU, A CARTA E O JUDICIÁRIO QUE NOS COBRA (UMA VAQUINHA VIRTUAL)

    A história é a seguinte: em 25 de maio de 2012, há quase cinco anos, portanto, publiquei uma matéria na revista e no site da CartaCapital revelando que o araponga da Aeronáutica Idalberto Matias Araújo, o Dadá, considerado o braço direito do bicheiro goiano Carlinhos Cachoeira, negociou com o então diretor da sucursal da revista […]