Cinegnose

por Wilson Ferreira

16 de novembro de 2019, 21h58

O que Roland Barthes diria sobre Lula versus Bolsonaro?

Está no início a criação de uma cilada simbólica que o semiólogo francês Roland Barthes chamava de “mitologia da crítica Nem-nem” ou “ninismo”: colocar Bolsonaro e Lula num mecanismo de dupla exclusão


+ posts

18 de outubro de 2019, 00h03

Filme “Coringa”: cultura cosplay e copycat gerou o Palhaço do Crime

Coringa tornou-se o arquétipo do psicopata: no ranking das mais populares formas-pensamento do século XX, ele é praticamente um deus


10 de outubro de 2019, 23h59

Metástase do envenenamento psíquico nacional: os efeitos midiáticos “Copycat” e “Heisenberg”

Personagens, palavras ou narrativas podem adquirir força ao transformarem-se em verdadeiras “formas-pensamento” que, quando repercutidas pelas mídias, adquirem autonomia na psico-esfera social, gerando contágio rápido como memes


03 de outubro de 2019, 23h57

Seminário internacional “Democracia em Colapso?” ignora Ciência da Comunicação

É impossível, na atualidade, discutir a dinâmica de conjunturas políticas sem ter as mídias como uma espécie de horizonte de eventos que circunscreve e dá sentido aos movimentos políticos


26 de setembro de 2019, 23h55

Cinco novas ferramentas semióticas de manipulação em tempo de paz de cemitério

A “naturalização” é uma técnica de tratamento dos fatos no sentido de tirar deles peso, impacto ou dramaticidade. Por meio de eufemismos, sorrisos e efeitos de contaminação gestáltica, dilui-se o impacto de acontecimentos


18 de setembro de 2019, 23h41

Guerra Criptografada: Prefeitura faz limpeza semiótica nas ciclofaixas de São Paulo

Não importa se a cor é uma convenção internacional justificada pelas pesquisas de percepção visual. A uberização dos desempregados em bikes de entregas de comida por aplicativos e os transportes alternativos de start ups tecnológicas, colocaram em evidência as ciclofaixas


12 de setembro de 2019, 22h55

Ao invés de conquistar corações e mentes, Esquerda prefere ser o cão de Pavlov

Diante da repetição de estímulos diários através de bravatas, provocações escatológicas, chulas e autoritárias do Governo, a guerra semiótica criptografada tem jogado a esquerda e oposições num labirinto de informações desconexas, transformando-as em um cão de Pavlov pós-moderno


05 de setembro de 2019, 22h56

Cada hora de telejornal da Globo rende pouco mais de dez minutos de “notícias reais”

Os destaques da irrealidade cotidiana do Bom Dia SP são o domínio da metalinguagem e a autorreferência – ou discursos de natureza eminentemente fática


29 de agosto de 2019, 23h19

Amazônia na guerra criptografada: bomba semiótica do “Sim!” e a vidraça quebrada

O curioso é que, apesar dos escândalos no Governo Bolsonaro crescerem em escala exponencial, parece que somente a questão da crise do meio ambiente poderá ser capaz de se transformar em fator mobilizador de manifestações e protestos mais intensos


18 de agosto de 2019, 14h48

Guerra criptografada: capas da Piauí, temores da Globo e Míriam Leitão e trolagem do livro em branco

As esquerdas se assanham, achando que a “ficha tá caindo” na grande mídia que, desesperada, tentaria se descolar de uma figura tóxica. Simultaneamente é lançado o filme “Eu Sou Brasileiro”, drama de “superação” e autoajuda com muitos atores globais, protótipo do tipo de filme que Bolsonaro quer ver a Ancine fomentar


13 de agosto de 2019, 21h35

Livro “Dark Star Rising”: como a Magia e o Oculto levaram Trump e “Alt-right” ao poder

O crescimento e popularização da Internet tornou-se uma via importantíssima para o desenvolvimento da Magia do Caos


30 de julho de 2019, 06h13

Vaza Jato: a religião do dinheiro da banca é a eminência parda brasileira

Podemos até criticar uma determinada igreja. Mas não negamos a própria existência do Deus Criador. Da mesma maneira, podemos até denunciar como a banca explora uma nação. Mas ainda temos fé de que o nosso dinheiro tenha valor