Clara Averbuck

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de janeiro de 2020, 17h27

Frota: o problema não é o pornô, é a hipocrisia

Clara Averbuck: "O problema é defender a mítica Família Brasileira e se orgulhar de não pagar pensão, como tantos homenzinhos sem responsabilidade neste país e no mundo"

Alexandre Frota - Foto: Reprodução/Twitter

Alexandre Frota, um grande fanfarrão, é sempre muito engraçadinho no Twitter.

Burro ele não é. Tem a malemolência carioca, é piadista, faz trocadilhos manchetáveis.

Às vezes a gente até dá risada. Mas é uma risada meio amarga, sabe? Nas brigas que ele arruma, eu torço é pela briga.

Porque eu não esqueço. Não esqueço que ele processou Eleonora Menicucci, ex-ministra de Políticas para Mulheres do governo de Dilma, porque ela disse que o ator fez apologia ao estupro quando contou, num programa de TV e em tom de piada, que violentou uma mãe de santo desmaiada. Eleonora ganhou e quem teve que pagar foi ele, que saiu xingando o juiz e dizendo que ele “julgou com a bunda”. Pura classe.

Não esqueço do rompante conservador que ele teve durante o processo abjeto de impeachment, não esqueço que apoiou a candidatura e vibrou com a eleição de Bolsonaro, não esqueço da cena em que ele aparecia atrás desse presidente e de Magno Malta numa oração de embrulhar o estômago de tanta hipocrisia. Hoje eles não são mais aliados, mas a hipocrisia segue sendo parte da vida de todos.

Mas Frota é especial.

Particularmente, nada tenho contra atores pornô. Cada um sabe o que faz da sua vida e de seu corpo e essa é uma das indústrias que jamais entrará em crise. Nada tenho contra ex-cocainômanos, nada tenho contra quem usa drogas. Novamente, cada um sabe o que faz de seu corpo.

O que me incomoda é ele querer humilhar o filho, que hoje trabalha nesse métier, dizendo que antes ele se envergonhava dele e agora faz a mesma coisa.

O problema não é o pornô; é a hipocrisia. É defender a mítica Família Brasileira e se orgulhar de não pagar pensão, como tantos homenzinhos sem responsabilidade neste país e no mundo. O problema é se unir à classe mais suja, essa bancada fundamentalista que só pensa em dinheiro, e seguir agindo como um malandrão carioca, porque né, ele pode, homem hétero pode tudo. O problema é que ele agora tem poder. Se elegeu. Nem me pergunto mais como pode, acho que ele combina muito bem com o cenário atual de pulhas.

Espero ainda rir, mas quando alguma justiça for feita e ele tiver que pagar os anos de alimentos que deve ao filho. Aguardo ansiosamente.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum