Convergência Midiatica

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de julho de 2010, 22h59

TV aberta: faturamento sobe, audiência cai.

Inúmeras notícias dão conta da queda da audiência das emissoras de TV aberta no Brasil e no mundo. Outras tantas dão conta das inovações tecnológicas que estão mudando os hábitos dos telespectadores, mas mesmo assim, as emissoras de TV aberta do Brasil divulgaram balanço com alta no faturamento. O SBT anunciou um faturamento 32% maior no primeiro trimestre e a Band, 44%. Como explicar isto? As duas emissoras afirmaram que é reflexo dos investimentos na programação (Fonte: Tela Viva News). Porém, não é tão simples assim. É uma questão de lei de mercado.

Primeiro que este ano é um ano atípico, pois foi ano de Copa do Mundo de Futebol e é ano eleitoral. Assim, já era esperado um crescimento no setor. Segundo, a estabilidade econômica no Brasil favorece o mercado televisivo. O aumento do crédito, baixos índices de desemprego e aumento real da renda, se converte em compras, e como a propaganda é a alma do negócio, o jeito é anunciar. Prova disto é a Pesquisa de Expectativa Empresarial elaborada pela empresa de análise econômica Serasa Experian que mostra que 55% dos 1.010 empresários consultados apostam em alta das vendas neste ano. O melhor resultado calculado desde 2005 (Fonte: Estadão).

Em post publicado neste blog (A TV Globo pode cair?), os bons números de 2010 já tinha sido previstos e a análise chamava a atenção para o perigo que isto pode representar caso os gestores das emissoras não atentem para estas questões nas estratégias para os anos seguintes.

O outro lado dessa moeda é que se por um lado a estabilidade econômica proporciona às emissoras mais anunciantes, por outro, alimenta os principais concorrentes das emissoras: internet banda larga, games e TV por assinatura. Estes três setores também estão com altos índices de crescimento.

O serviço de TV por Assinatura atingiu em junho 8.426.462 domicílios no Brasil, com 217.299 novos assinantes. Crescimento de 12,7%, segundo a Anatel. Crescimento record desde 2006, sendo que as regiões Norte e Nordeste foram a que mais cresceram Fonte: FNDC). Ou seja, exatamente onde a penetração das emissoras de TV aberta é muito grande.

Na banda larga, a Telefônica anunciou que o serviço Speedy chegou a 3 milhões de clientes e que obteve o melhor primeiro semestre da história do produto em 2010 com a adição de 363 mil assinantes, um crescimento de 14% em relação à base do final do ano passado (Fonte: FNDC).

O crescimento dos games não fica atrás. Estima-se que o mercado de games no Brasil gire em torno de US$ 300 milhões de Dólares, mas com potencial para US$ 1 Bilhão, se a pirataria não fosse tão forte aqui (Fonte: O Globo).

A partir de 2011 é que os reais números da audiência das emissoras de TV aberta vão demonstrar até que ponto as tecnologias digitais estão “roubando” espectadores. Pelo menos até 2014, onde o ciclo Copa do Mundo e eleições recomeça, somando 2016 com as Olimpíadas no Brasil. E caso, diga-se de passagem, a estabilidade econômica não sofra alguma mudança drástica de percurso.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags