Blogs

Entrevista exclusiva com Lula
25 de julho de 2018, 20h01

Equipes de Alckmin e Marina erram ao tentar usar perfis ‘fake’ e internet não perdoa

Os social media se esqueceram de trocar a identidade do perfil oficial dos pré-candidatos para os perfis fakes e acabaram comentando, como Alckmin e Marina, suas próprias postagens. "Parece o Chaves vendendo churros", ironizou um internauta. Confira

Reprodução/Facebook

As “derrapadas” das equipes de comunicação de Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede) não passaram despercebidas e viraram motivo de piada nas redes sociais.

Ambos os pré-candidatos foram vítimas de atos falhos de seus ‘social media’ que, através do erro, acabaram revelando que trabalham com perfis falsos na pré-campanha. Nas duas situações, os perfis de Alckmin e Marina comentaram em suas próprias postagens, evidenciando que a equipe se esqueceu de trocar o perfil oficial para o perfil fake no comentário.

O caso de Alckmin aconteceu em maio. O perfil do ex-governador fez a seguinte postagem: “Jogo é jogo. Treino é treino”, se referindo ao desempenho de Jair Bolsonaro nas pesquisas. Logo abaixo um comentário diz: “É isso ai, Geraldo!!! Muito bom!!! Bolsonaro nunca entrou em campo e o cara vem querer cantar de galo”. Acontece que o comentário, que aparentemente era para parecer de um eleitor, foi feito pelo perfil do próprio Geraldo Alckmin.

Com Marina aconteceu, mais recentemente, o mesmo. Em uma postagem da ex-ministra, constava o seguinte comentário: “Marina, como faço para doar para sua campanha?”. O perfil responsável pelo comentário, no entanto, era o da própria Marina Silva.

“A Marina tá só o Chaves vendendo churros”, ironizou um internauta, fazendo referência ao episódio do seriado mexicano em que o protagonista, Chaves, finge vender churros para outra pessoa que, na verdade, é ele mesmo.

Confira, abaixo, algumas reações.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum