Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de junho de 2016, 15h50

A cada 23 minutos um jovem negro é assassinado no Brasil

Por Renata Neder, Assessora de Direitos Humanos Anistia Internacional Brasil

Anistia Internacional

Na última quarta (8), estive em Brasília para acompanhar a apresentação do relatório final da CPI do Assassinato de Jovens do Senado Federal.

O relatório traz um panorama geral do quadro de homicídios de jovens no país, destacando que a principal vítima da violência letal é o jovem negro do sexo masculino e que a impunidade para estes casos, infelizmente, é a regra.

Com a proximidade das Olimpíadas Rio 2016, há risco de aumento das violações de direitos humanos na área da segurança publica. Em 2014, ano de realização da Copa do Mundo, a Anistia Internacional documentou a repressão violenta a protestos, o aumento de 40% nas mortes em operações policiais e violações cometidas pelas Forças Armadas no policiamento de favelas e periferias.

Exija responsabilidade das autoridades e peça que elas tomem medidas efetivas para mudar essa realidade.
ASSINE AGORA
A campanha A violência não faz parte desse jogo! é um reflexo do nosso trabalho de mais de dois anos acompanhando e documentando violações de direitos humanos no campo da segurança pública na cidade do Rio de Janeiro.

A partir do nosso trabalho de documentação e denúncia, é possível constatar um risco de aumento das violações de direitos humanos por parte da polícia no período próximo a megaeventos, tanto na repressão a protestos com uso excessivo da força e detenções arbitrárias, como na violência policial em áreas de favelas e periferias.

Por isso, essa petição é focada nas políticas de segurança pública antes e durante a Rio 2016. Não queremos que essas violações se repitam a pretexto das Olimpíadas.

Não vamos aceitar o uso desnecessário e excessivo da força pela polícia e pelas forças armadas, ou um aumento no número de violações antes e durante a realização das Olimpíadas Rio 2016.

O relatório final da CPI que foi apresentado na quarta mostra que ainda temos muito o que fazer avançar em uma política de segurança pública que promova e respeite direitos. Mas ele também contribui para a formulação de políticas públicas e propõe medidas concretas que devem ser adotadas pelas autoridades.

Vamos continuar acompanhando e pressionando as autoridades competentes para implementar as recomendações! Assine a petição e apoie esta mobilização.

A participação da sociedade é fundamental para pressionar as autoridades por mudanças.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum