Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

22 de agosto de 2013, 23h16

Cadê Amarildos, Cadê Ricardo da Unifesp, cadê Welberts?

Nas favelas cariocas, na grande São Paulo, na fazenda de Daniel Dantas… os trabalhadores desaparecem. Levados pela Polícia Militar ou por jagunços e quando são encontrados geralmente estão mortos. Até quando?

Pela manhã a Assessoria do deputado Claudio Puty faz o seguinte informe no Facebook:


Presidência da Câmara dos Deputados constitui Comissão Externa para apurar assassinato de Welbert nas fazendas do grupo Opportunity em São Felix do Xingu

Comissão Externa da Câmara para investigar denúncias sobre desaparecimento de Welbert em São Félix do Xingú

O Presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, autorizou por meio de ato da presidência, a formação de uma Comissão Externa da Câmara dos Deputados destinada a verificar denúncias sobre assassinato do trabalhador rural, motorista da fazenda Lago do Triunfo em São Félix do Xingú, Welbert Cabral. Autorizados pelos termos do regimento interno da Câmara dos Deputados, art. 38, participam da comissão os deputados Cláudio Puty, coordenador; e os membros, deputados Asdrúbal Bentes e delegado Protógenes. A comissão também terá a tarefa de acompanhar providências tomadas sobre o caso.

Welbert está desaparecido há quase um mês. Familiares do trabalhador estiveram em Belém com um grupo de 50 pessoas essa semana, para solicitar ao deputado Puty, Comissão de Direitos Humanos da OAB e Segup apoio às investigações conduzidas pela polícia da Região, a frente o delegado Elenilton Mendes dos Santos, de Redenção. A Sociedade Paraense dos Direitos Humanos (SDDH) e CPT e MST acompanham o caso.

À noite o próprio deputado também em seu Facebook comunica a triste notícia:

O corpo de Welbert, trabalhador rural assassinado pelos jagunços do grupo Opportunity/St. Barbara, foi encontrado hoje por volta das 17:30hs, a seis quilômetros da porteira da fazenda onde trabalhava.
O corpo foi jogado em arbustos no pasto. Estava com os pés amarrados e parecia ter sido arrastado, segundo relatos da família.
Há suspeitas de que Welbert seja apenas mais um dos mortos nessas condições.
Os criminosos e seus patrões tem que pagar por sua violência absurda.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum