Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

Fórum Educação
12 de julho de 2017, 12h11

50 assassinos matam brutalmente a CLT †11 de junho de 2017, esse crime hediondo não pode ficar impune

Morreu ontem aos 74 anos, assassinada por 50 despachantes do capital travestidos de senadores a Consolidação das Leis do Trabalho.

Os 50 assassinos de uma única canetada retiraram 100 direitos garantidos dos trabalhadores. Acabaram com a Justiça do Trabalho para todos e tornaram o Ministério Público do Trabalho órgão inútil já que um dos direitos assassinados foi a própria CLT com o negociado prevalecendo sobre o legislado.

Esses assassinos voltaram as costas para o seu povo, a eles só interessam pagar a fatura da crise no lombo do trabalhador. A classe trabalhadora fez campanha, as consultas abertas pelo próprio senado majoritariamente diziam que a população brasileira era contra o assassinato da CLT. Durante o crime hediondo ocorrido no Senado ontem, a Internet não deixou dúvida de que lado estava: contra a morte da CLT.

QUE O POVO BRASILEIRO JAMAIS ESQUEÇA OS NOMES E PARTIDOS DAQUELES QUE LHES ASSALTARAM DE MORTE RETIRANDO DIREITOS CONQUISTADOS COM LUTA E MUITAS BAIXAS DE TRABALHADORES.

Segue a lista dos assassinos dos direitos trabalhistas do povo brasileiro. Assassinos neoescravagistas, boa parte corrupta e que só representa as 10 empresas que financiaram a campanha de 70% desses canalhas.

Aécio Neves (PSDB-MG),  Ana Amélia (PP-RS), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Airton Sandoval (PMDB-SP), Armando Monteiro (PTB-PE), Ataídes Oliveira (PSDB-TO), Benedito de Lira (PP-AL), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Cidinho Santos (PR-MT), Ciro Nogueira (PP-PI), Cristovam Buarque (PPS-DF), Dalirio Beber (PSDB-SC), Dário Berger (PMDB-SC), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Edison Lobão (PMDB-MA), Eduardo Lopes (PRB-RJ), Elmano Férrer (PMDB-PI), Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), Gladson Cameli (PP-AC), Ivo Cassol (PP-RO), Jader Barbalho (PMDB-PA), João Alberto Souza (PMDB-MA), José Agripino (DEM-RN), José Maranhão (PMDB-PB), José Medeiros (PSD-MT), José Serra (PSDB-SP), Lasier Martins (PSD-RS), Magno Malta (PR-ES), Marta Suplicy (PMDB-SP), Omar Aziz (PSD-AM), Paulo Bauer (PSDB-SC), Raimundo Lira (PMDB-PB), Ricardo Ferraço (PSDB-ES), Roberto Muniz (PP-BA), Roberto Rocha (PSB-MA), Romero Jucá (PMDB-RR), Ronaldo Caiado (DEM-GO), Rose de Freitas (PMDB-ES), Sérgio Petecão (PSD-AC), Simone Tebet (PMDB-MS), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Valdir Raupp (PMDB-RO), Vicentinho Alves (PR-TO), Waldemir Moka (PMDB-MS), Wellington Fagundes (PR-MT), Wilder Morais (PP-GO), Zeze Perrella (PMDB-MG)

Aécio Neves mesmo depois de gravado, fotografado pela Polícia Federal recebendo 2 milhões da JBS e em gravação de áudio ameaça matar o próprio primo voltou para o senado livre, leve e solto para cometer mais crimes. Os demais assassinos da CLT com um simples Google você verá que a imensa maioria tem processos de corrupção, estão na lista da Odebrecht, envolvidos na lava-jato.

Setenta por cento desses canalhas tiveram suas campanhas financiadas por dez empresas, mas foram os eleitores brasileiros que colocaram seus nomes nas urnas.  A Classe trabalhadora tem obrigação de não permitir que nenhum desses ladrões de direitos, assassinos da CLT, recebam um único voto nas próximas eleições.

Criminalizar a política, acreditar na mídia golpista, fizeram dos brasileiros os verdadeiros pagadores do pato da FIESP.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum