Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

27 de abril de 2015, 12h19

Conheça algumas homenagens dos movimentos sociais aos 50 anos da Globo

A própria Rede Globo já reconheceu que colaborou intensamente com a ditadura militar, mas nunca pediu desculpas ao povo brasileiro, sequer mudou sua postura reacionária e golpista ao longo destes 50 anos:

Diante do monopólio midiático reacionário, alimentado, mantido e enriquecido por bilionárias verbas públicas, em junho de 2013, a Globo recebeu muito carinho pelas ruas brasileiras:

No ano de seu cinquentenário, desde o dia 1 de abril, data do golpe militar, a Globo vem recebendo intensas homenagens, como esta no 1/04/2015 no Rio de Janeiro:

Globo comemora 50 anos, mas manifestantes querem seu caixão

No sábado durante as comemorações ativistas na Rede celebraram a memória golpista da Globo
tagontem
No domingo, 26/04 data de seu cinquentenário de serviços prestados à destruição do Brasil, as homenagens à Rede Golpista de Tv espalharam-se por todo o país:
bsb1

No ato de Brasília,  o Levante da Juventude jogou tinta vermelha na sede da Globo, em memória às vítimas da Ditadura, que a emissora apoiou politicamente, deu sustentação ideológica e ganhou benefícios econômicos. O ato em Brasília contou com a participação de 500 pessoas, com apoio do MST, do movimento democratização da comunicação, diversos sindicatos e entidades estudantis.

11186428_832682330120069_767608777_n

A verdade é dura, a Rede Globo apoiou a ditadura e sonega impostos. Ato em Brasília.

11187378_804680846282585_1858276818_o

Ato contra a Globo em Caruaru em frente à TV Asa Branca, afiliada da rede Globo em Pernambuco.

escracho2

Vários Escrachos no Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Bagé, Caxias do Sul, Erechim, Pelotas, Passo Fundo, Santa Maria, Santa Cruz e Santa Rosa.
rioescracho

 

Foto do Núcleo Piratininga de Comunicação de protesto no Rio de Janeiro, via Carta Capital

Em São Paulo, ativistas também lembraram a colaboração da Rede Globo à tortura durante o regime militar no Brasil.

brizola

Enquanto marchavam da Estação Berrini até a porta da Rede Globo, os ativistas ecoavam o direito de resposta de Brizola que obrigou em 15/03/1994, via Justiça, Cid Moreira ler sua resposta no Jornal Nacional, programa de maior audiência da rede colaboracionista da ditadura militar que há 50 anos faz campanha incansável contra governos trabalhistas no país.

Mais imagens do ato de São Paulo, visite o Flickr dos Jornalistas Livres

Leia mais:

Ato contra Globo em SP lembra Brizola e apoio à ditadura

Ato contra Globo em SP lembra Brizola e apoio à ditadura 

Enquanto movimentos sociais escracham a Globo, JB defende a emissora no Twitter

A Globo faz 50 ânus, é muita, mas muita merda pra comemorar


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum