Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

01 de novembro de 2013, 21h53

Ela se graduou pela segunda vez…

Parir um ser para melhorar este mundo foi a minha meta e parece que estou alcançando a contento.


Esta pequenina que aos dois anos e meio foi sozinha para a escola dando tchau de dentro da perua escolar, hoje, terminou o Ensino Médio.

Sempre foi sabida, linda, viva, espirituosa, por vezes muito engraçada, mas na maior parte do tempo seu compromisso com o mundo me surpreende e me assusta. Anda sensível, chorando com a barbárie que grassa o planeta. 

 A gente sempre acha que filho não cresce e quando eles ‘adultessem’ de uma hora para a outra a gente se espanta. Ela já fala em se mudar de casa!

Como é que a gente escreve um texto para a nossa razão de existir?, pergunto a um amigo querido. Ele: com amor.

Só desejo que ela chore menos com as atrocidades ocorridas no Congo e em qualquer lugar do mundo e consiga reavaliar a hipótese de que temos solução como humanidade sem precisar que caia uma bomba no planeta e comece tudo de novo em outros moldes.

Desejo que ela me perdoe por tornar nossa casa um lar de acumuladores em seu ano de vestibular.

Desejo que ela não enlouqueça com as cobranças que faz de si mesma e viva esta vida (que nem sempre é como a gente desejou) da melhor forma possível.

Desejo que ela passe este perrengue do vestibular com razoável tranquilidade e saiba que ninguém é obrigado a entrar numa universidade aos 17 anos.

Desejo que seu amor pela humanidade (mesmo querendo puxar a orelha de quando em vez de nossa espécie), seu amor pelos amigos, pela família, pelo seu bem querer aumente, porque ela sabe amar com a delicadeza que o amor exige e com a intensidade que as pessoas precisam.

Desejo que ela continue sendo simplesmente ela: linda por dentro e por fora e fazendo diferença por onde passa.

Beijos, filha, que venham muitas formaturas: as suas, dos meus netos, dos seus….

Te amo.

PS. Nunca serei capaz de expressar o quanto de amor sinto por você.  Apenas saiba que sou melhor como ser humano desde quandovocê deu a graça de existir.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum