Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de junho de 2014, 19h34

Movimentos dos Sem Ingresso: vereadores paulistanos travam votação do plano diretor porque para eles #naovaitercopa

UAI,  a oposição sem voto não estimulou tanto o #naovaitercopa?  Daí vemos a hipocrisia desta turma.

Nadia Campeão poderia mandar os ingressos pra esta blogueira que adoraria ir ver a Copa :)

Sem ingresso para a abertura da Copa vereadores travam a votação do plano diretor

Por: Diego Zanchetta, Política Paulistana

10/06/2014

Um dos motivos que travam neste momento a votação do Plano Diretor na Câmara Municipal é a falta de ingressos para a abertura da Copa do Mundo entre 40 dos 55 vereadores paulistanos. Como os ingressos foram enviados pela vice-prefeita, Nadia Campeão, apenas aos 14 líderes de bancada e ao presidente José Américo (PT), os outros 40 parlamentares, inclusive 10 vereadores petistas, se revoltaram contra o governo.

Em solidariedade aos colegas sem ingresso, os 14 líderes e o presidente informaram o governo que não aceitariam a cortesia. Ao todo os 14 líderes e a presidência receberam 18 ingressos do Comitê Organizador da Copa, coordenado pela vice-prefeita do PCdoB. “Os ingressos não vieram em número suficiente e nós devolvemos”, afirmou Américo, que admitiu ter recebido reclamações de vereadores. “Recebi reclamações. Muita reclamação. Mas ninguém condicionou a votação do Plano aos ingressos”, despistou.

A votação do Plano Diretor deveria ter começado às 11 horas, mas até agora não houve acordo entre os líderes para iniciar a leitura do relatório final do governo, que será feita pelo vereador Nabil Bonduki (PT). Neste momento, por volta das 16h10, os líderes de bancada estão reunidos com o prefeito Fernando Haddad (PT), na qual defendem que a transformação do terreno onde está a Ocupação Copa do Povo, em Itaquera, na zona leste da capital, em zona de interesse social (Zei) seja feita por meio de outro projeto de lei, e não por meio da segunda votação do Plano Diretor.

Mas o motivo maior de toda a indignação, segundo relatos de vereadores e assessores da Casa, é a falta de ingressos para o jogo entre Brasil e Croácia, no dia 12. Políticos influentes na Casa como o ex-presidente Roberto Tripoli e os campeões de voto Milton Leite (DEM) e Goulart (PSD) ficaram sem ingressos e estão indignados. Eles já foram atrás da vice-prefeita para fazer a cobrança, mas ela “está incomunicável”, segundo um assessor próximo de Nádia, responsável por organizar a Copa na capital paulista. Muitas autoridades e funcionários de alto escalão da Prefeitura não param de procurar a vice-prefeita atrás de ingressos para a abertura, segundo relato do assessor do governo.

Os vereadores contam que o presidente da CBF, José Maria Marin, havia prometido à presidência da Casa, no mês passado, enviar bilhetes à organização do Mundial para todos os vereadores. Os parlamentares dizem que foram avisados no final de maio que o vereador Netinho de Paula, também do PCdoB, iria entregar pessoalmente os bilhetes. Mas ontem 18 bilhetes foram encaminhados em envelopes pela própria vice-prefeita ao líderes do Legislativo. Procurada, Nadia não foi localizada pela reportagem.

“Com certeza ela distribuiu os ingressos dos vereadores para os seus ‘cupinchas’ do PCdoB e deixou a gente sem”, disparou um parlamentar, que pediu sigilo do nome. Oficialmente, os vereadores dizem que não podem votar um Plano Diretor que “fica a mercê da vontade do senhor (Guilherme) Boulos, líder dos sem-teto”, como argumenta o vereador Eduardo Tuma (PSDB).

“Pelo menos deveriam dar a oportunidade de a gente comprar os ingressos”, argumenta Goulart. “Não importa o preço, gostaria de poder comprar para meus dois filhos”, acrescentou o vereador. Os vereadores ainda reclamam que o Comitê Organizador da Copa teria 90 ingressos para serem distribuídos ao Legislativo paulistano e que teriam sido retidos pela vice-prefeita.

Em entrevista concedida à imprensa para falar sobre a falta de ingressos por volta das 17h15, o vereador Adilson Amadeu (PTB) atacou duramente a vice-prefeita. “Acho que ela errou de Câmara, porque ela mandou só 18 ingressos. E aqui somos em 55, será que ela não sabe?”, questionou Amadeu. “É uma medida que complica a situação na Casa. Mas não tem problema, vamos mandar colocar um telão lá fora e assistir daqui mesmo, trabalhando”, acrescentou.

A vice-prefeita Nadia Campeã, procurada pela reportagem, não retornou às ligações até as 17h31.

DEFESA

Alguns vereadores tentaram, no início da noite, logo após encontro com o prefeito Haddad, minimizar o mal estar gerado pela falta de ingressos da Copa. “É patético dizer que alguém não vai votar o Plano Diretor por falta de ingresso. Eu nem sabia que a Câmara tinha que receber ingresso. O que houve foi uma reunião com o prefeito, para discutir detalhes do plano”, argumentou Andrea Matarazzo (PSDB), ao lado do vereador Jair Tatto (PT).

Outros vereadores como Marco Aurélio Cunha (PSD) e Ricardo Nunes (PMDB), líderes de suas bancadas, também tentaram dizer que não foi a falta de ingressos que travou a votação do Plano Diretor.

Ingresso para a abertura da Copa no Itaquerão: 40 dos 55 vereadores não foram convidados para o evento


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum