Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
05 de outubro de 2010, 19h26

Outro presente tucano aos paulistas: crescimento negativo no PIB

Do Uol: São Paulo é o estado que mais perde participação no PIB, diz IBGE da federação

O Estado de São Paulo perdeu peso no PIB nacional, revelam dados divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira. Em 1995, São Paulo contríbuía com 37,3% de toda a economia brasileira. Em 2007, esse índice caiu 3,4 pontos percentuais e ficou em 33,9%. O ano de 2007 é mais recente que o IBGE dispõe em suas estatísticas. O PIB é a soma de todas as riquezas produzidas no país.

VEJA A PARTICIPAÇÃO DOS ESTADOS NO PIB (%)
ESTADO     1995    2007
SP                  37,3    33,9
RJ                  11,2     11,2
MG                 8,6         9,1
RS                  7,1         6,6
PR                  5,7        6,1
BA                  3,7        4,1
SC                    3,4        3,9
DF                   4,4        3,8
GO                   2,0       2,5
PE                    2,3        2,3
ES                    2,0        2,3
CE                    1,9        1,9
PA                   1,6        1,9
MT                  1,0        1,6
AM                  1,4        1,6
MA                  0,9       1,2
MS                   0,9       1,1
RN                   0,7       0,9
PB                    0,7       0,8
AL                   0,7       0,7
SE                    0,5        0,6
RO                   0,4        0,6
PI                    0,5        0,5
TO                   0,3        0,4
AP                   0,2        0,2
AC                   0,2        0,2
RR                   0,1        0,2
Fonte: IBGE

A economia paulista perdeu participação na indústria geral e em serviços, mas ganhou na agropecuária. A indústria de transformação do Estado teve a maior perda (-4,3 pontos percentuais) dentre todas as 27 unidades da federação.

Segundo o IBGE, essa perda na indústria paulista ocorreu porque houve transferências de alguns setores industriais para outros Estados, com a migração de algumas fábricas para perto da matéria-prima ou do consumidor final. Além disso, também influíram no processo alguns incentivos fiscais para investimento industriais em outros Estados, avalia o instituto.

Não só São Paulo, mas toda a região Sudeste perdeu influência no PIB do país. Entre 1995 e 2007, a participação do Sudeste caiu de 59,1% para 56,4% (São Paulo liderou a queda na região). Já o Nordeste, no mesmo período, teve o maior avanço: de 12,0% para 13,1%.

Apesar da retração, São Paulo continua liderando de longe. Ele representa 33,9% do PIB, enquanto o segundo lugar, o Rio de Janeiro, tem 11,2%. No entanto, o Rio não perdeu nenhuma fatia: na comparação entre 1995-2007, o Estado fluminense ficou como estava (sua participação já era de 11,2% em 1995).

Em 2007, nove Estados, representando 54% do PIB brasileiro, cresceram acima da média (6,1%). Mato Grosso foi o que teve a maior alta: 11,3%.

Regiões
O Sudeste continua com a maior participação no PIB do país que, entre 1995 e 2007, caiu (-2,7 pontos percentuais) de 59,1% para 56,4%. O Centro-Oeste teve avanço: de 8,4% para 8,9%. O Sul também ganhou participação na série (0,4 pontos, de 16,2% para 16,6%).

O Estado que mais perdeu participação na indústria foi São Paulo (- 4,3 pontos percentuais) seguido pelo RS (-1,6 pontos). Grande parte dessa participação perdida distribuiu-se entre os outros seis Estados líderes da indústria nacional em 2007, além de Goiás, Espírito Santo e Pará.

VEJA A PARTICIPAÇÃO DOS ESTADOS NO PIB (%)

ESTADO19952007
SP37,333,9
RJ11,211,2
MG8,69,1
RS7,16,6
PR5,76,1
BA3,74,1
SC3,43,9
DF4,43,8
GO2,02,5
PE2,32,3
ES2,02,3
CE1,91,9
PA1,61,9
MT1,01,6
AM1,41,6
MA0,91,2
MS0,91,1
RN0,70,9
PB0,70,8
AL0,70,7
SE0,50,6
RO0,40,6
PI0,50,5
TO0,30,4
AP0,20,2
AC0,20,2
RR0,10,2
  • Fonte: IBGE

  • Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

    Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

    Apoie a Fórum