Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

Fórumcast, o podcast da Fórum
09 de novembro de 2014, 14h20

Unesco atesta: em Cuba, Venezuela e Bolívia o analfabetismo foi erradicado

Para os desinformados que só repetem ‘bolivarista, bolivariano’ uma notícia de agosto deste ano, mas que joga luz sobre a estupidez do discurso conservador sobre  os governos progressistas latino-americanos.

O governo boliviano do presidente indígena Evo Morales aplicou o método “Sim, eu posso” desenvolvido por Cuba e que já havia sido usado com sucesso na Venezuela. O resultado? Analfabetismo erradicado na Bolívia em 2008 (reconhecido pela UNESCO em 2014), assim como foi em Cuba há décadas (erradicado em 1961) e assim como foi na Venezuela chavista (em 2005).

Ah! esses bolivarianos que ensinam o povo a ler e escrever, que ‘criminosos’ são estes ‘ditadores comunistas’ e ainda são reconhecidos pela UNESCO! Assim não pode, assim não dá! (Contém ironia).

Da próxima vez que você ver ataques aos governos progressistas da América Latina, desconfie, procure mais informações a respeito, deste modo você não será enganado por uma mídia concentrada e monopolista que ao invés de denunciar as atrocidades do narcogoverno do México quer lhe vender o modelo neoliberal e assassino daquele país como ideal para o nosso país e para demais países latino-americanos.

Com método cubano de educação, Unesco declara Bolívia um país livre do analfabetismo

Da Redação do Brasil de Fato

01/08/2014

 
Reprodução

Governo Evo Morales aplicou o método “Sim, eu posso” desenvolvido por Cuba e que já havia sido usado com sucesso na Venezuela

O vice-ministro da Educação alternativa da Bolívia, Noel Aguirre, declarou na última terça-feira (29) que a Unesco aceitou o relatório enviado pelo governo que aponta que o país está livre do analfabetismo.

“Podemos dizer orgulhosamente que o Estado Plurinacional é um estado livre do analfabetismo”, declarou.

De acordo com Aguirre, o país tem nesse momento um índice de 3,8% de analfabetos, abaixo dos 4% que a ONU declara que um país precisa ter para erradicar o analfabetismo. O ministro apontou que o objetivo do governo é chegar até a população “residual”,  com mais de 60 anos.

Nascido em Cuba, o método “yo si puedo” (sim, eu posso) começou a ser exportado para outras nações a partir de 1999 e já foi utilizado na alfabetização de milhões de pessoas pelo mundo e foi utilizado pelo governo Morales.

O método busca entender as necessidades dos alunos e  todas as peculiaridades do local ultilizando recursos audiovisuais e combinações entre números e letras. Além disso,  tem a vantagem de poder ser durar pouco mais de três meses e de poder ser impantado em locais com pouco estrutura.

No Brasil, o método é aplicado pelo MST em diversos estados, e foi importado pelo governo Lula em 2010.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum