Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

05 de abril de 2011, 18h55

Vitória do Movimento social: promotor pede absolvição de Gegê

Promotor muda de ideia e pede absolvição de Gegê

Por: Suzana Vier, Rede Brasil Atual

05/04/2011

No segundo dia de julgamento de Luiz Gonzaga da Silva, o Gegê, o caso teve uma reviravolta. Nas palavras do promotor, Roberto Tardelli, seria temerário condená-lo. O promotor mudou de ideia e pediu a absolvição de Gegê, acusado de, em 2002, dar carona ao assassino de um homem que morava no acampamento sob coordenação do Movimento de Moradia no Centro (MMC). O corpo foi encontrado nas proximidades da avenida do Estado, na capital paulista.

O julgamento foi iniciado na segunda-feira (4). O caso seria analisado em setembro, mas foi adiado a pedido do representante do Ministério Público, responsável pela acusação, que alegou não conhecer todas as provas apresentadas pela defesa.

A sessão do júri popular vem sendo acompanhada por vereadores, deputados e um senador. Além de ser uma das lideranças do MMC, Gegê é membro da Central de Movimentos Populares (CMP). A acusação é vista como “política” e uma tentativa de criminalização dos movimentos sociais.

Confira a entrevista de Gegê à Rede Brasil Atual antes do julgamento.

Chico César

Irmão de Gegê, o cantor Chico César, atual secretário da Cultura da Paraíba, acompanha o julgamento. Ele também falou à Rede Brasil Atual sobre a situação famililiar. “Tem sido muito difícil, mas se tudo der certo, será uma grande alegria ter o irmão de volta. Quem ganhará também é a democracia brasileira.”

Para ele, o julgamento entrará para a história dos movimentos sociais. “Esse julgamento nos mostrou que o Ministério Público tem a possibilidade de mudar de opinião.”

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum