Apanhado do Cinema 2016

por Cesar Castanha Mais uma vez, listo meus filmes preferidos do ano que passou e tento justificar um pouco algumas das preferências. E como sempre, seguindo os links, você pode encontrar textos mais completos sobre cada filme. O ano passado foi muito duro, e acredito que o cinema refletiu um pouco essa dureza. Nocturama talvez […]

nocturama_05

por Cesar Castanha

Mais uma vez, listo meus filmes preferidos do ano que passou e tento justificar um pouco algumas das preferências. E como sempre, seguindo os links, você pode encontrar textos mais completos sobre cada filme. O ano passado foi muito duro, e acredito que o cinema refletiu um pouco essa dureza. Nocturama talvez seja o filme que busque mais fundo o desamparo desse momento como uma sensibilidade, seguindo um grupo de jovens que arquitetam vários pequenos atentados em Paris por motivações pouco claras e com consequências perversas.

Filme:

  1. Nocturama
  2. American Honey
  3. A Morte de Luís XIV
  4. Martírio
  5. Amor e Amizade
  6. O Que Está por Vir
  7. O Ornitólogo
  8. Toni Erdmann
  9. Ave, César!
  10. La La Land

nocturama

Direção:

  1. Bertrand Bonello (Nocturama)
  2. Albert Serra (A Morte de Luís XIV)
  3. Whit Stillman (Amor e Amizade)
  4. Andrea Arnold (American Honey)
  5. Mia Hansen-Love (O Que Está por Vir)

sonia-braga-aquarius-banner

Atriz:

Publicidade
  1. Sônia Braga (Aquarius)
  2. Sandra Hüller (Toni Erdmann)
  3. Emma Stone (La La Land)
  4. Isabelle Huppert (O Que Está por Vir)
  5. Ruth Negga (Loving)

 

toni-erdmann-5-rcm0x1920u

Publicidade

Acho muito interessante que o filme de Maren Ade leve o nome Toni Erdmann, o mesmo da figura que o personagem de Peter Simonischek cria para tentar se aproximar do mundo da filha, interpretada por Sandra Hüller. Esse segundo personagem de Simonischek no filme, acredito, é uma pequena caricatura do primeiro, uma referência ao palhaço excêntrico que a filha acredita que ele seja. O que os dois personagens do ator têm em comum é uma falta de carisma tocante que Simonischek traz ao filme e que está sempre em diálogo com a personagem de sua filha o percebe e como nós o percebemos.

Ator:

  1. Peter Simonischek (Toni Erdmann)
  2. Jean-Pierre Leaud (A Morte de Luís XIV)
  3. Joel Edgerton (Loving)
  4. Jun Jae-young (Certo Agora, Errado Antes)
  5. Vincent Cassel (Meu Rei)

rs_1024x683-161122113433-1024.moonlight.112216

Nas premiações da temporada, Mahershala Ali tem sido o ator mais aclamado do elenco fantástico de Moonlight. O ator está ótimo no filme e merece o reconhecimento depois de uma considerável carreira interpretando papeis bem aquém de seu talento. Mas acredito que o grande brilho do filme está na atuação de Ashton Sanders, que interpreta Chiron quando adolescente. Sanders traz adiante toda a vulnerabilidade daquele personagem, o seu medo e suas dúvidas. Se o filme é eventualmente esquemático, a atuação de Sanders parece fluir a partir de como aquele personagem se relaciona com seu universo.

Ator Coadjuvante:

  1. Ashton Sanders (Moonlight)
  2. Tom Bennett (Amor e Amizade)
  3. Dany DeVito (Wiener-Dog)
  4. Lucas Hedges (Manchester à Beira-mar)
  5. André Holland (Moonlight)

Screenshot-2016-10-27-00.15.00

Atriz Coadjuvante:

  1. Lily Gladstone (Certas Mulheres)
  2. Dani Nefussi (Mãe Só Há Uma)
  3. Viola Davis (Fences)
  4. Min-hee Kim (A Criada)
  5. Maeve Jinkings (Aquarius)

certain-women-2

Elenco:

  1. Certas Mulheres
  2. Toni Erdmann
  3. Amor e Amizade
  4. Ave, César!
  5. American Honey

things-to-come-2016-002-isabelle-huppert-looking-over-grassy-hills-ORIGINAL

Roteiro:

  1. O Que Está por Vir
  2. Toni Erdmann
  3. Ave, César!
  4. Kubo e as Cordas Mágicas
  5. O Ornitólogo

images-w1400

Montagem:

  1. Nocturama
  2. Amor e Amizade
  3. Toni Erdmann
  4. Tower
  5. O Que Está por Vir

manchester-leadO que mais gosto em Manchester à Beira-mar é como o filme parece muito preocupado em mostrar certa melancolia que emana da paisagem daquela região e como isso afeta o seu protagonista, afastado dali por uma tragédia e por sua própria culpa.

Fotografia:

  1. Manchester à Beira-mar
  2. American Honey
  3. O Ornitólogo
  4. Nocturama
  5. Kubo e as Cordas Mágicas

Num momento em que boa parte dos artistas americanos se virou contra Trump, as personagens de American Honey, com a bandeira dos confederados estampando seus biquinis, dançam ao som de Rihanna. Há algo muito forte no filme sobre o quão próximo e o quão distante ao mesmo tempo aqueles personagens estão da situação política do país. A maneira como se comportam, as roupas que vestem e a música que ouvem trazem à tona uma América presa às suas contradições.

Trilha Sonora Adaptada:

  1. American Honey
  2. Tower
  3. Aquarius

lala

A música de La La Land é a homenagem mais bem-sucedida do filme ao cinema musical a que de tantas maneiras se refere, nostalgicamente. O compositor francês Michel Legrand parece ser a principal referência para o excelente trabalho de Justin Hurwitz, que cria uma atmosfera sonora muito coesa para o filme. As letras de Pasek e Paul, dois dos melhores letristas do teatro musical contemporâneo, acrescentam à música certo humor trágico, uma esperteza lírica rara até mesmo para os padrões do teatro recente, criando talvez a melhor sequência de pastiches desde Follies, de Stephen Sondheim.

Trilha Sonora Original:

  1. La La Land
  2. Kubo e as Cordas Mágicas
  3. Sing Street

sarahwinc_f04cor_2016111726

Trabalho de Som:

  1. Sarah Winchester, ópera fantasma
  2. Kubo e as Cordas Mágicas
  3. Sing Street

o-delirio-e-a-redencao-dos-aflitos

Curta ou Média-metragem:

  1. O Delírio É a Redenção dos Aflitos
  2. Sarah Winchester, ópera fantasma
  3. Dear Renzo

martirio-filme-indi-gk-750x410

Documentário:

  1. Martírio
  2. Gente Bonita
  3. Coração de Cachorro

KUBO_sunset_laika_focus.0

Animação:

  1. Kubo e as Cordas Mágicas
  2. Tower
  3. Festa da Salsicha

nocturama_f03cor_2016111566

Cenografia:

  1. Nocturama
  2. O Delírio É a Redenção dos Aflitos
  3. La La Land

thumb_1894_media_image_975x616

Figurino, Cabelo e Maquiagem:

  1. A Morte de Luís XIV
  2. American Honey
  3. La La Land

petesdragon-elliottcarriestrunk

Desenho de Produção:

  1. Meu Amigo, o Dragão
  2. La La Land
  3. A Bruxa
  4. Kubo e as Cordas Mágicas
  5. Rogue One

Menção Honrosa:

Easy, série de Joe Swanberg

Edições anteriores:

Apanhado do Cinema 2015

Apanhado do Cinema 2014

Apanhado do Cinema 2013

Apanhado do Cinema 2012

Apanhado do Cinema 2011

Avatar de Cesar Castanha

Cesar Castanha

Do encanto com os créditos de abertura de "Alice no País das Maravilhas", visto religiosamente sempre que exibido nas tardes de sábado pelo SBT, veio a paixão pelo cinema como experiência estética, transformadora e expressão de uma ideia, uma história ou do próprio experimento. Por amar o cinema para além dos padrões de qualidade impostos a ele pela mídia, por outras instituições e até por uma crítica datada, veio o meu amor por conversar sobre cinema, aderi-lo, defendê-lo, apropriar-me dele. O Milos Morpha é uma conversa sobre cinema. Aqui, o texto nunca é certo e definitivo. O cinema não é uma fórmula para que cada cineasta se aproxime da solução mais correta, é um conjunto de experiências artísticas que já dura mais de 100 anos, é dessa forma que criticamente percebemos e experimentamos o cinema no Milos Morpha.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR