Milos Morpha

por Cesar Castanha

23 de abril de 2015, 08h16

A imagem-informação, por Francisco Cannalonga

    Em seu consagrado ensaio De Caligari à Hitler, Siegfried Kracauer argumenta que os filmes autorados durante o movimento expressionista na Republica de Weimar subjetivamente representavam o confuso inconsciente coletivo alemão, ainda em processo de cicatrização dos traumas da experiência alemã na Primeira Guerra. O desejo revolucionário contraditoriamente alinhado ao apego aa conceitos reacionários […]


+ posts

24 de março de 2015, 10h01

Quem é Sondheim? 85 anos de um gênio

O teatro musical americano é uma arte trágica. Principal fonte de inspiração para os atuais filmes musicais hollywoodianos, ele sofre com uma impossibilidade cada vez maior de se fazer visível. Primeiro porque o cinema tem feito cada vez menos adaptações (isso tem mudado nos últimos anos), e aquelas enfim produzidas são filmadas por perspectivas cada […]


02 de março de 2015, 16h02

“Cinquenta Tons de Cinza”: a representação de uma fantasia

Este é o segundo texto que escrevo sobre Cinquenta Tons de Cinza. Ontem, escrevi o que agora não passa de um rascunho descartado contra uma crítica ao filme que chamei conservadora. Várias conversas com amigos que tomam parte dessa crítica esclareceram questões que agora, pra mim, justifica-a e a faz necessária. Quem lê aqui já […]


24 de fevereiro de 2015, 13h19

A expressão do silêncio, por Francisco Cannalonga

“[…] Pois as palavras não atingem o conteúdo espiritual das imagens e são meros instrumentos de formas de arte ainda não desenvolvidas. A humanidade ainda está aprendendo a linguagem rica e colorida do gesto, do movimento e da expressão facial. Esta não é uma linguagem de signos substituindo as palavras, como seria a linguagem­signo do […]


19 de fevereiro de 2015, 11h57

Redescobrindo “A Bela e a Fera”: a imagem da opressão

O mais fascinante da leitura é como ela é uma possibilidade inesgotável para o objeto. Ler um filme é sempre reler um filme – já disseram tantos que se tornou injusto juntar a frase a um nome. Se um filme nunca se esgota na relação com seu leitor, tampouco se esgotará no futuro, quando se […]


10 de fevereiro de 2015, 10h06

Apanhado do Cinema 2014

  Mais uma vez, apresento os meus mais queridos do Cinema do ano que passou. Também volto a pedir desculpas pelos membros da lista que estão órfãos de texto, pretendo compensar essa falta com uma pequena nota (minha ou não) em algumas categorias, além de belas resenhas que a mim foram gentilmente emprestadas. Este ano, […]


05 de fevereiro de 2015, 10h41

Os contos de fadas e nós em “Caminhos da Floresta”

Infelizmente uma limitação de linguagem impede que o trabalho de Stephen Sondheim, um dos grandes gênios artísticos da última metade do século XX, seja mais conhecido. Há quem argumente que o teatro musical americano possa ser auxiliado nesse sentido pelo cinema. O que é verdade. Mas, diferente das de outros, as peças de Sondheim não […]


01 de fevereiro de 2015, 13h42

Podcast MaMilos 3 – Flashpops parte 1

  Cecília e Isabel estavam sem pauta e decidiriam resgatar uma brincadeira da pré-adolescência. O Flashpops é um jogo muito simples: ouça uma parte da trilha sonora icônica e reconheça o filme. Para ouvir esse divertido episódio do Podcast MaMilos clique aqui. Para acompanhá-las no jogo clique aqui.


30 de janeiro de 2015, 12h05

Precisamos conhecer Alan Turing, de “O Jogo da Imitação”

O quanto de um filme está contido no próprio filme, o quanto dele também é contexto e leitura? É evidente que não há uma resposta correta, que a subjetividade da crítica possibilita que o crítico (e não falo só daquele que escreve sobre o filme, mas também daquele que o lê) signifique o filme da […]


26 de janeiro de 2015, 11h11

“Whiplash – em busca da perfeição”, por Cecília Shamá

Quatro paredes, som de bateria ao longe, escuridão. É preciso escutar antes de ver. Whiplash (2014) começa da forma que termina: no escuro. Ao som do jazz. Ali está o momento de criação daqueles que se submetem aos desejos de seus dons: a solidão. Essa sequência se repete na cena final: você precisa criar para […]


26 de janeiro de 2015, 11h01

Milos Morpha – Retrospectiva 2014

    Mesmo atrasada quase um mês, a tradicional lista com os textos (e, agora, também podcasts) do Milos que se destacaram no ano sai. Como sempre, ela inclui os mais lidos do ano e os meus queridinhos por afeto. Leiam à vontade! Os Grandes Filmes de 2014 50 cenas musicais que me fizeram refém […]


20 de janeiro de 2015, 17h08

“Birdman”, por Cecília Shamá

O mais novo longa do diretor. O plano-sequência final. A película se mostra de forma nova. Construção dos personagens. Contra plongée. Filme afetado. Bazin. Furo no roteiro. Divisão por atos. Motivação. Teatro filmado. Brecht. Eu não vou citar os trabalhos anteriores de Alejandro González Iñárritu, nem citar seus pontos em comum para dar uma de […]