Milos Morpha

por Cesar Castanha

18 de dezembro de 2014, 13h40

Podcast Mamilos 2 – Boyhood

  O segundo Podcast MaMilos, Mamiloscast, com as irmãs Isabel e Cecília Shamá, fala de Boyhood (Richard Linklater) entre lágrimas e cantorias. Está imperdível! Para ouvir online ou baixar para mais tarde basta clicar aqui.


+ posts

07 de dezembro de 2014, 13h46

Bem-vindo a Nova York

O vício traz certo encanto estético. O cinema descobriu isso logo cedo, o gênero de filmes de gângster explodiu na era sonora e se debruçava sobre um universo de corrupção concreta e moral glamour e uma mensagem: o crime não compensa. Se isso já era o próprio norte ideológico do gênero, o Código Hays garantiria […]


06 de dezembro de 2014, 13h26

Boyhood: da infância à juventude

Pouco antes de eu entrar na sessão de Boyhood – da infância à juventude (Richard Linklater, 2014) recebi de um amigo cinéfilo uma mensagem muito carinhosa. Nela, ele dizia que compartilhava do meu gosto pelo pequeno cinema, pelo filme que é quase uma crônica ou uma boa anedota, que manifestei na conversa com Francisco publicada […]


03 de dezembro de 2014, 21h12

Podcast MaMilos – Garota Exemplar

Convidei a colaboradora do blogue Cecília Shamá, e sua irmã, Isabel, para iniciarem um podcast do Milos Morpha. A química entre as duas é impressionante, a ideia me veio a cabeça enquanto elas conversavam comigo por mensagem de voz e me matavam de tanto rir. Elas tem timing, força de expressão e argumentos, uma dupla […]


26 de novembro de 2014, 21h02

Esta conversa que tive com Francisco Cannalonga

Esta conversa que tive com Francisco Cannalonga, colega paulista, não foi nada planejada para publicação. Como é usual do improviso a riqueza, terminou sendo um papo bacana sobre o muito curioso Brasil S/A, longa-metragem de Marcelo Pedroso. A conversa, como vocês verão, vai além do filme no que eu insisto em pautar um rancor meu […]


23 de novembro de 2014, 19h16

O Grande Hotel Budapeste, por Pedro De Biasi

Quanto mais me pego divagando sobre O Grande Hotel Budapeste, mais me maravilho com qualidades tão distantes do óbvio que sequer parecem estar no filme em si. A natureza palimpsesta da narrativa flui de forma muito suave, quase como se cada local e objeto não carregasse profundas raízes em épocas passadas. Embora logo ali, no […]


23 de novembro de 2014, 18h59

X-Men: Dias De Um Futuro Esquecido, por Antonio Lira

No ano de 2000, quando X-Men: O Filmefoi lançado nos cinemas, o mercado de filmes de super-herói era completamente diferente do que é hoje. O primeiro filme da série, que conta a história de seres que possuem poderes especiais por causa de mutações genéticas (os chamados mutantes), foi responsável pelo surgimento de um gênero que […]


10 de novembro de 2014, 15h45

Sinfonia da Necrópole

A relação entre a cinefilia e a própria realização do cinema costuma estar clara nas filmografias mais autorais e inspira filmes bem interessantes (os mais interessantes, eu me arriscaria a dizer). Mas é particularmente curioso quando o que o cineasta traz para a sua obra é uma cinefilia pura, ingênua, vítima do mais cego afeto […]


10 de novembro de 2014, 00h43

Brasil S/A, por Marcela Lins

Sobre Brasil S/A, posso dizer que Marcelo Pedroso tem um ótimo senso estético. O filme, que se delineia através de grandes metáforas e alegorias, insiste em discutir um tema já tão caro a novas produções pernambucanas. O desenvolvimentismo, o crescimento vertical da cidade e a luta de classes são pretensamente apontados em imagens impressionantes, ao […]


02 de novembro de 2014, 23h34

Janela Internacional – Frames por Dia

O sétimo Janela Internacional de Cinema do Recifeacabou hoje depois de 10 dias de cinefilia fervente. Para evidenciar a melhor edição de um festival (qualquer um) que já acompanhei, relembro uma imagem para cada dia do Janela VII. Sexta-feira, 24 de outubro. Loulou(Maurice Pialat, 1980) Sábado, 25 de outubro. Pelos Caminhos do Inferno (Ted Kotcheff, […]


01 de novembro de 2014, 13h04

Casa Grande

O Janela Internacional de Cinema do Recife deste ano apresenta, meio perdida na sua programação, um trilogia de lamento meritocrático contra a meritocracia. Casa Grande (Fellipe Barbosa, 2014), Obra (Gregorio Graziosi, 2014) e Prometo um Dia Deixar Essa Cidade (Daniel Aragão, 2014) dizem muito sobre muitas questões do atual cinema brasileiro e externas a ele: […]


31 de outubro de 2014, 13h38

Ela Volta na Quinta

As muitas perspectivas do cinema como método de obtenção do real (presentes na história do meio tanto como imposição crítica a determinadas obras como ideologia estética de escolas e cineastas) entendem a identificação e representação da realidade e verdade de maneiras diferentes. Podemos dizer que, hoje, os artifícios de realismo no cinema estão tão naturalizados […]