o colunista

por Cleber Lourenço

O que o brasileiro pensa?
21 de janeiro de 2020, 09h51

Moro e Roda Viva: faltou o entrevistado

Os jornalistas no Roda Viva realizaram um bom trabalho. Boas perguntas e seriedade. Uma pena que faltasse um entrevistado

Sergio Moro (Reprodução)

Erros de português, analfabetismo funcional e um malabarismo incrível para não responder o que era perguntado.

O ministro nazista não era do setor dele. Caso Marielle? Também driblou.

Mas o mais grave foi quando perguntado sobre o episódio de ode ao nazismo envolvendo o ex-secretário Roberto Alvim, nisso ele foi enfático:

“Acho que não cabe a um ministro da Justiça e Segurança Pública ser um comentarista sobre tudo. Ser um comentarista político ou atuar como se tivesse a responsabilidade de falar sobre tudo. Nesse caso do secretário de Cultura, ao meu ver, foi um episódio bizarro e a situação era insustentável”

Mais uma vez, o ministro mostra sua complacência com o extremismo que toma o país. Já disse outras vezes que ou colocamos limites no ministro ou ele será um dos principais responsáveis por acabar com o que resta do país.

A frase inclusive não é novidade em Brasília. Em 2017, durante evento para falar sobre “o momento institucional brasileiro”, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, que possui alinhamento com o Partido Lavajatista de Sérgio Moro disse:

“Pelo cargo que ocupo, devo zelar pelas instituições, mas não sou comentarista político. Ninguém sabe se gosto mais de Lula, de Dilma, de Temer, de Marina ou quem seja… A minha mulher não sabe em quem eu votei na última eleição presidencial, para que vejam como penso que deve se portar um juiz. Não existe corrupção de direita ou de esquerda. Não falo de política”, disse, após opinar sobre diversos temas da política.”

Irônico, já que o que o ministro mais faz é política com a toga e isso eu já pontuei aqui.

Os jornalistas no Roda Viva realizaram um bom trabalho. Boas perguntas e seriedade. Uma pena que faltasse um entrevistado.

Basta ver os números, O “Roda Viva” com o ministro Sérgio Moro registrou 1,5 ponto de média e 2 pontos de pico na Grande São Paulo. O que deixou o programa até mesmo da RedeTV! (1,8) segundo a Kantar Ibope Media.

Esse artigo não reflete necessariamente a opinião da Fórum

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum