o colunista

por Cleber Lourenço

Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de novembro de 2019, 10h47

Para beneficiar os empresários, Bolsonaro vai taxar os desempregados

Na noite desta segunda-feira (11) o governo Jair Bolsonaro anunciou que irá cobrar 7,5% do seguro desemprego e sabe o motivo disso disso?

Bolsonaro (Foto: Agência Brasil)

Na noite desta segunda-feira (11) o governo Jair Bolsonaro anunciou que irá COBRAR 7,5% do SEGURO DESEMPREGO e sabe o motivo disso disso?

Esse dinheiro vai ser usado para COMPENSAR o que o governo DEIXA DE ARRECADAR DAS EMPRESAS.

A ideia é aliviar a folha de pagamento de empresas que contratarem jovens no novo plano de emprego governo que excluiu de maneira sumária pessoas acima dos 30 anos de idade, com isso (fiquem chocados) a horda de desempregados que se avolumou no governo de Jair Bolsonaro deverá ainda ser a responsável por arcar com os custos do plano mirabolante do governo que só encolhe ainda mais o poder de compra do brasileiro, levando em consideração também os bilhões que a previdência deixa de arrecadar com empresas devedoras é possível montar um panorama simples:

A empresa dá um calote no governo e o governo COBRA DO DESEMPREGADO a DÍVIDA DO EMPRESÁRIO!

É o show de barbaridades não para por aí Segunda-feira.

Governo ainda decidiu que cortará o seguro obrigatório. Dinheiro arrecadado iria para o SUS que terá um déficit de aproximadamente R$8bi.

O pior é que teoricamente o governo não enganou ninguém, lembram da frase:

“Vão ter que escolher emprego ou direitos!”

A classe alta contínua intacta e a forma como este planejamento para supostamente gerar empregos será financiada diz muito sobre a preocupação do governo o com brasileiro humilde.

Além disso vale lembrar que a Reforma da Previdência, que seria a panaceia para todos os problemas econômicos e sociais do país também já virou água, basta ver este plano absurdo do governo.

Faz sentido, já que graças as política s econômicas do atual governo não terá emprego de carteira assinada, portanto não terá verba no INSS.

Vamos analisar: o seguro-desemprego dura 5 meses, quantas pessoas eles esperam que fiquem desempregadas em 5 anos para arrecadar R$12 bi?

Se você chegou até aqui no texto deve ter percebido o absurdo da coisa toda. Guedes fez um projeto de geração de emprego contando com um grande contingente de gente desempregada em 5anos.

É flagrante que loucuras como essas  não têm efeitos duradouros sobre emprego. Quando acabam ao deixam nenhum legado.

Vale lembrar que a proposta vai na contramão do próprio ministro Paulo Guedes já que a aposentadoria só é possível depois dos 70, mas o trabalho acaba para brasileiros com no máximo com 55, segundo o projeto do governo.

Com isso vocês entenderam esse novo plano para gerar empregos para jovens, certo?

Além de descontos para impostos, descontos para contribuição ao INSS, desconto na folha de pagamento. Tudo isso, claro, aos empregadores. Já o empregado não poderá ganhar mais que um salário mínimo e meio.

A a coisa toda é tão surreal que irei repetir aqui a perversa política econômica de Paulo Guedes:

Para bancar as desonerações da folha de pagamento dos empresários, o governo vai passar a cobrar 7,5% de INSS sobre o seguro-desemprego.

Traduzindo: o desempregado brasileiro vai pagar para poder arrumar um subemprego.

Mais uma política perversa com o povo brasileiro acompanhada de uma previsão mentirosa de criação de empregos, assim como foi com a reforma trabalhista e a da previdência.

O governo o já declarou quem é o seu inimigo: o humilde, o simples, o popular.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum