o colunista

por Cleber Lourenço

Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de novembro de 2019, 21h56

Que papo é esse, Janaína? Vai mesmo botar fogo no diploma?

Cleber Lourenço analisa a defesa que a advogada fez a Paulo Guedes sobre o AI-5: “Não entendo o que Janaína pretende com tais declarações, se não se afundar no abismo bolsonarista”

Foto: Divulgação/Alesp

Janaína Paschoal, que já tinha um histórico de sempre estar mal acompanhada, hoje terminou por ser alçada ao título de aquela que envergonha o Direito, envergonha o cargo que exerce e coloca uma mácula no curso de Direito da Universidade de São Paulo (USP), onde é professora. Ela conseguiu essa façanha em dois tweets:

“Estão distorcendo o que o Ministro Paulo Guedes falou. Ele não fez nenhum tipo de defesa de ditaduras, ou de medidas como o AI5. Ele alertou para a irresponsabilidade daqueles que estimulam conflitos (abertamente, aliás) e do impacto que esses estímulos podem ter nas pessoas…

… A fala do Ministro foi comedida e totalmente alicerçada no que está ocorrendo no Brasil e na América Latina. As preocupações do Ministro também são minhas”.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Repito a pergunta que fiz esta manhã em outro texto: Quais são as preocupações do governo? O que tanto apavora o governo? As ruas estão calmas e a oposição é vergonhosamente incapaz de exercer qualquer pressão significativa ao governo. Outra coisa interessante é que os grupos partidários de Jair Bolsonaro foram os que mais foram para as ruas, muitas vezes atentando contra as instituições, ameaçando opositores e agredindo pessoas. Os brasileiros contra o Brasil.

Como alguém pode confiar em um curso que tem Janaína como professora? Deveria estar no circo, já que faz esse malabarismo todo para defender o AI-5.

Não, Janaína. A fala do ministro não foi nem um pouco sensata ou comedida. Fez eco à declaração de Eduardo Bolsonaro sobre o AI-5. Pela milésima vez, hoje eu pergunto: Quais são as convulsões sociais que existem no Brasil neste momento, a não ser as falas equivocadas de quem governa o país e as manifestações que seus apoiadores organizam?

Só consigo chegar à conclusão de que o Planalto sabe que está perdendo o controle do país e que o próprio governo está tornando o país ingovernável. Não é possível, alguma coisa eles estão temendo e querem se antecipar. Não é possível que toda essa histeria seja por conta da soltura de Lula e as manifestações na América Latina.

Janaína, você é obtusa ou está se esforçando pra ser? Há semanas escutamos figuras do governo e apoiadores falando abertamente sobre AI-5. Por que ele apenas não condenou a incitação a manifestações violentas e disse que o Estado deve intervir para manter a ordem? Isso é, se tivesse ocorrido alguma incitação, o que não ocorreu. Nenhuma incitação foi feita por Lula ou qualquer membro da oposição.

E o que torna a declaração ainda mais abjeta: uma deputada, uma frequentadora de uma casa legislativa justificando ou amenizando declarações que defendem uma ruptura institucional e evoquem os horrores do AI-5 de maneira coercitiva.

E vou além, como advogada, o que você diz ser, eu questiono: O que ocorre com o exercício do Direito com o vigor do Ato Institucional número 5? Eu preciso falar sobre o cerceamento do direto ao habeas corpus?

Não entendo o que Janaína pretende com tais declarações, se não se afundar no abismo bolsonarista. Durante as manifestações de 2013, temia que os atos de junho trouxessem uma espécie de ditadura por parte do governo da então presidente Dilma Rousseff.

Ao fazer uma menção a Nina Cappello, aluna de Direito da USP, uma das articuladoras do Movimento Passe Livre na ocasião, ela disse: “Os protestos que tomaram conta do país também se iniciaram aqui. Uma das líderes conhecidas é aluna da casa. Quero crer que ela não objetive ser lembrada como a jovem que trouxe de volta a ditadura”.

E você, Janaína! Devolverei suas palavras para você e espero que não objetive ser lembrada como a mulher que trouxe de volta a ditadura.

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum