Outra Vibe

Fórum Educação
13 de Maio de 2020, 12h20

Estudos apontam que coronavírus pode causar disfunção erétil

Pesquisador da USP frisa que homens são mais suscetíveis a chegar um quadro grave da covid-19 por se prevenirem menos do que as mulheres e evitarem ajuda médica

Freestock

Pesquisadores de Wuhan, na China, o primeiro epicentro da pandemia de coronavírus, observaram que o vírus pode entrar nos testículos e afetar os níveis de testosterona, desencadeando algo chamado hipogonadismo, que pode causar impotência e infertilidade.

Li Yufeng, professor de medicina reprodutiva do Hospital Tongji em Wuhan, previu em um estudo que os testículos poderiam se tornar um dos principais alvos do ataque ao coronavírus.

Outros estudos também sugeriram que a síndrome respiratória aguda grave, ou Sars, um parente distante do novo coronavírus, também poderia causar inflamação nos testículos.

O artigo foi publicado na plataforma de pesquisa de pré-impressão do medRxiv.org. Foram analisadas amostras de sangue de 81 homens de 20 a 54 anos que testaram positivo para o teste. A idade média dos participantes era de 38 anos e 90% deles apresentavam apenas sintomas leves.

De acordo com o jornal da USP, um estudo realizado no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da faculdade mostra similaridade celular entre os pulmões, rins, testículos e epidídimos para buscar a presença do novo coronavírus no organismo.

O alvo principal do vírus são os pulmões, mas em cerca de 7% dos pacientes graves há também insuficiência renal, demonstrando que outros órgãos podem vir a ser portas de entrada para o vírus. Um grupo já detectou o vírus em testículo e glândulas salivares

Jorge Hallak, que conduziu a pesquisa, frisa que os homens são mais suscetíveis a chegar um quadro grave da covid-19, principalmente pelo fato de se prevenirem menos do que as mulheres e buscarem menos ajuda médica. “A interação do metabolismo desses indivíduos com fatores externos faz com que eles não tenham uma resposta imunológica ou inflamatória boa frente ao agressor.”

Fontes:

https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2020.03.21.20037267v1.full.pdf

 https://jamanetwork.com/journals/jamanetworkopen/fullarticle/2765654


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum