Filme sobre assassinato de Angela Diniz e “aurora do feminismo” será escrito e dirigido por homens

Doca dizia que agiu em “legítima defesa da honra”, o que levou à revolta das mulheres, que criaram o slogan “Quem ama não mata”

O Globoplay e a produtora A Fábrica fecharam contrato para uma série original sobre Ângela Diniz, assassinada pelo”playboy”(?) Doca Street.
Segundo nota no Ancelmo Góis, no Globo da última quinta, o filme falará sobre o crime, contará todo o processo do julgamento e ainda abordará a questão da “aurora do feminismo moderno” no Brasil… sob a tutela de dois homens, o roteirista João Ximenes Braga e o diretor Bruno Barreto. Mais uma vez as mulheres do audiovisual, que fazem tantas campanhas para que seus trabalhos sejam valorizados e reconhecidos, ficam de fora.

Doca dizia que agiu em “legítima defesa da honra”, o que levou à revolta das mulheres, que criaram o slogan “Quem ama não mata”. Na época, ainda não existia a tipificação de feminicídio, por isso é ainda mais importante que mulheres teçam essa narrativa. Já está bom de feminismo sob a ótica masculina. Precisamos de mulheres contando histórias de mulheres, e não homens, que fazem parte da mesma estrutura machista que produz uma sociedade violenta e que invisibiliza o trabalho de mulheres.

Quem ama valoriza o trampo.

Avatar de Clara Averbuck

Clara Averbuck

Escritora e jornalista, autora de 9 livros.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR