Pode o canabidiol funcionar como um suplemento?

Estudos recentes têm revelado o potencial do uso do CBD para aliviar ansiedade, estresse e no combate a doenças neurodegenerativas

O canabidiol é um composto produzido pela cannabis que tem, a partir de uma série de estudos realizado nos últimos, tido revelado o seu potencial para uso em tratamentos para uma série de problemas de saúde e bem-estar no geral.

O CBD é extraído das sementes da maconha e pode ser altamente eficaz para o tratamento de ansiedade, estresse, melhoria do sono e reduzir a gravidade das convulsões em casos de epilepsia resistente aos tratamentos tradicionais.

A partir daí, tem surgido a questão: o CBD pode funcionar como um Nootrópico?

Mas, o que é um nootrópico? São uma categoria de suplementos e drogas que podem ajudar a o cérebro em algumas aéreas, tais como proteção contra inadequações químicas; melhora da função cognitiva natural; melhora da memória e aprendizagem, e ajuda o cérebro a funcionar em circunstâncias extenuantes.

Por conta dos benefícios positivos do CBD no cérebro, ele tem sido comparado a categoria nootrópica de suplementos. Neste sentido, o canabidiol pode atuar positivamente no sono, humor, memória, apetite e digestão.

De acordo com informações do Sechat, um dos efeitos nootrópicos mais negligenciados do CBD é a possibilidade de oferecer proteção aos neurônios.

Dessa maneira, os compostos que são considerados neuroprotetores podem prevenir ou retardar o declínio relacionado à idade na função cognitiva e ajudar a combater as condições neurodegenerativas.

As pesquisas que apontam tais benefícios do CBD ainda são muito incipientes, porém, algumas pesquisas feitas com animais têm revelado, também, habilidades antioxidantes.

Publicidade

Outra questão levantada é que, não há notícias de reações adversas de tratamentos realizados a partir do CBD e isso mesmo em tratamentos de longo prazo com uso de 1500 mg por dia.

A eficácia do CBD para tratamentos tem levados parlamentares do Congresso Nacional a pressionar o governo federal a liberar o plantio da cannabis no Brasil para fins medicinais. Uma das propostas é que tal produção fique aos cuidados da Embrapa.

Publicidade

Com informações do Sechat e Canex.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR