Saiba onde a maconha é legalizada nos EUA

Além da votação presidencial, uma série de consultas locais são feitas simultaneamente à eleição nacional nos EUA. Nas últimas eleições a legalização da maconha foi destaque. Neste ano foi diferente. Os estados de Arizona, Montana, Nova Jersey e Dakota do Sul aprovaram a comercialização e uso recreativo da maconha. Estes estados se somam a outros […]

Além da votação presidencial, uma série de consultas locais são feitas simultaneamente à eleição nacional nos EUA. Nas últimas eleições a legalização da maconha foi destaque. Neste ano foi diferente.

Os estados de Arizona, Montana, Nova Jersey e Dakota do Sul aprovaram a comercialização e uso recreativo da maconha.

Estes estados se somam a outros que já possuem legislações sobre a cannabis.

Por exemplo, na Flórida, Dakota do Norte, Arkansas e Montana a maconha medicinal é legalizada.

Nos estados da Califórnia, Colorado, Oregon, Massachusetts, Washington, Maine, Nevada, Distrito da Columbia, Idaho, Illinois, Kansas, Michigan, Vermont, Alasca e Maine é permitido o uso recreativo e a comercialização de maconha.

Em outros estados, apenas o uso recreativo é legalizado, são eles: Connecticut, Delaware, Havaí, Maryland, Minnesota, Mississippi, Missouri, Nebraska, Nova Hampshire, Novo México, Nova York, Carolina do Norte, Dakota do Norte, Ohio, Rhode Island, Virgínia.

Com isso, dos 50 estados americanos, 39 passam a ter legislações que permitem a comercialização, o uso recreativo e medicinal da cannabis.

Cabe destacar que as legislações sobre a cannabis mudam de estado para estado.

Oregon se torna o primeiro estado americano a descriminalizar todas as drogas

Os eleitores de Oregon votaram por descriminalizar todas as drogas. De acordo com informações do The Guardian, as pessoas que forem pegas com pequenas quantidades de heroína, cocaína e LSD não serão presas, mas sim multadas e encaminhadas para programas de recuperação. A medida contou com apoio de grupos ligados a reforma da justiça criminal dos EUA, que mobilizou o debate durante as eleições.

O objetivo da medida aprovada no Oregon é que as questões das drogas sejam tratadas como assuntos de saúde pública e não na esfera criminal. A medida também prevê que os tratamentos sejam custeados pelos impostos recolhidos com a comercialização da maconha.

As pessoas que forem presas com pequenas quantidades de drogas pesadas não vão mais a julgamento, mas, terão de pagar uma multa de US$ 100. Além disso, os usuários de drogas pesadas serão encaminhados para centros de tratamento

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).