Tiago Leifert grava vídeo sobre polêmica com Ícaro Silva: “fiquei transtornado”

“Vou ignorar também os ataques ao meu pai, à minha religião", disse o apresentador; veja o vídeo

Tiago Leifert. Foto: Reprodução de vídeo do Instagram
Escrito en BLOGS el

O apresentador Tiago Leifert resolveu se manifestar mais uma vez em sua conta do Instagram, nesta segunda-feira (27) sobre a polêmica que envolveu seu nome e o de Ícaro Silva.

Leifert disse que ficou muto transtornado com tudo o que aconteceu e demorou a responder para esfriar a temperatura:

"Acho que vocês já devem estar de saco cheio do assunto. Demorei mesmo para vir aqui, mas esses últimos dias foram importantes para esfriar a temperatura, para eu me acalmar. Achei que tinha escrito algo super óbvio, mas o que eu disse foi jogado para um lugar que não é meu, lugares que não foram o que eu falei. Eu fui atacado por causa da minha religião, por minha família e eu não fiz isso em nenhum momento. Não ataquei a família, a índole, a trajetória de ninguém", conta Tiago no vídeo.

Ignorar ataques

O apresentador afirmou ainda que vai ignorar os ataques recebidos. "No último parágrafo de uma carta que foi escrita para mim, tripudiam de um problema que nem eu estava preparado para falar. E aquilo mexeu comigo de um jeito que eu não imaginava, parei de enxergar tudo e fiquei muito transtornado. Então eu vou ignorar. Vou ignorar também os ataques ao meu pai, à minha religião...", disse.

"Eu queria lamentar que o que eu disse foi usado para ferir pessoas que não têm nada a ver com o assunto. Fiquei muito triste que, o que eu fiz, defendendo meus colegas e meu trabalho, foi usado para machucar outras pessoas. Não foi essa a minha intenção, mas esse não é um pedido de desculpas. Eu só lamento mesmo, fico triste", diz Leifert

No final do vídeo, Leifert completa:

"Eu queria terminar agradecendo a todo mundo que me defendeu e dizendo que eu não trabalho mais na Globo. E mesmo assim, pela equipe do "Big Brother", que mudou minha vida, e pelo público do programa, eu faria qualquer coisa. Sou extremamente grato a tudo que passamos juntos nesses últimos cinco anos e tenho um orgulho gigantesco do que a gente representa para a história da televisão brasileira. E que sirva de exemplo em toda essa história, o comportamento dessa equipe: a gente nunca precisou diminuir ninguém para se sentir superior, falar do trabalho de ninguém para que a gente pudesse desfrutar do nosso sucesso".

Entenda o caso

A polêmica começou no início desta semana, quando Ícaro desmentiu pelas redes sociais que iria para o BBB 2022 e chamou o reality show de “medíocre”. Leifert, que comandava o programa até a última edição, saiu em defesa do Big Brother Brasil.

“Oi, Ícaro, sou o ex-apresentador do BBB. Não vou tentar mudar sua opinião: você tem total direito de achar qualquer produto ‘medíocre’. Assim como eu, por exemplo, posso dizer o que eu penso de você: você é um excelente ator. Contudo, sua opinião sobre realities não é uma crítica construtiva e, sim, apenas uma agressão gratuita a quem nunca te fez mal”, disse o apresentador, que continuou: “Não só não te fizemos mal como provavelmente pagamos o seu salário nessa última aê (sic)!”, escreveu.

Ele argumentou, ainda, que o ex-Malhação não teria motivos além da arrogância para falar mal do programa.

“Achar que o que você faz é superior não é baseado em fatos, é arrogância mesmo. Nenhuma métrica é capaz de dar embasamento ao que você escreveu: nem audiência, faturamento, repercussão, relevância, etc. Só seu gosto pessoal está do seu lado nessa, mas ele deixa de ser pessoal quando você o escreve na rede social”, disse.

Notícias relacionadas