Ana Maria Braga aparece de dreads na Globo e gera debate sobre apropriação cultural

Esta não foi a primeira vez que a apresentadora provocou esse tipo de discussão. Em 2018, ela apareceu no programa usando uma peruca black power e também foi criticada

A apresentadora Ana Maria Braga, 71, foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter na manhã desta sexta-feira (30) ao aparecer com um aplique de dreads no cabelo. Com a atitude, ela acabou gerando nas redes um grande debate sobre apropriação cultural.

O pretexto da apresentadora para usar as dreads foi “combinar com o clipe do amigo Supla”, “Vi o Vil”. Um trecho do vídeo do single do cantor foi exibido na sequência.

Esta não foi a primeira vez que a apresentadora provocou esse tipo de discussão. Em 2018, ela apareceu no programa usando uma peruca black power. A decisão da apresentadora incomodou internautas no Twitter, e ela foi acusada de apropriação cultural. “Gosto mesmo, acho bonito. Não entendo como algumas moças, rapazes que têm a possibilidade de ter um cabelo desses de repente mudam. Primeiro porque representa muito, não é apenas uma moda. Representa a diversidade, a força, a identidade, a luta contra a desigualdade, o fim de um padrão sem sentido”, explicou ela.

Foto: Reprodução TV Globo

“Me desculpem os negros, estou com um cabelo que não é meu, obviamente, mas acho lindo, lindo”, completou. A reação nas redes sociais foi imediata. O público afirma que a apresentadora poderia muito bem abordar o assunto sem usar o acessório. “Ana Maria falando sobre os cabelos black, ok! Agora me explica a necessidade dessa peruca? Me ajuda a te ajudar”, criticou uma internauta no Twitter. 

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.