“Continua que tá pouco”: Bruna Surfistinha vira alvo de bolsonaristas por fazer pergunta que incomodou Bolsonaro

A famosa ex-garota de programa, hoje empresária e escritora, passou a ser xingada por apoiadores do presidente após perguntar sobre os depósitos de Queiroz, mas ela parece não se importar com as ofensas

A empresária e escritora Raquel Pacheco, famosa por sua história enquanto garota de programa, quando era a “Bruna Surfistinha”, entrou na mobilização online, neste domingo (23), e também reproduziu a pergunta do repórter do jornal O Globo que foi ameaçado por Jair Bolsonaro.

“Presidente Jair Bolsonaro, por que sua esposa Michelle recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz?”, tuitou Raquel.

Foi por conta desta pergunta que Bolsonaro afirmou que queria “encher” a boca do repórter de “porrada”.

Após entrar na onda e fazer o questionamento ao presidente, Raquel Pacheco revelou, nesta segunda-feira (24), que passou a ser alvo de bolsonaristas, que a ofenderam com inúmeros xingamentos que ela parece não se importar.

“Quenga, prostituta, puta, vadia… esses foram alguns dos elogios que recebi após meu post cobrando resposta do presidente. Não, senhor machista, você não vai me ferir com estas palavras. Sou tudo isso com orgulho. Continua que tá pouco”, postou.

Essa não é a primeira vez que Raquel dispara contra Bolsonaro ou bolsonaristas. Em julho de 2019, por exemplo, ela rebateu as críticas feitas pelo presidente à produção cinematográfica baseada no seu livro “O Doce Veneno do Escorpião”.

Em áudio enviado à Fórum por sua assessoria de imprensa, a empresária classificou a declaração como “infeliz” e disse que, antes de fazer juízo de valor, o presidente deveria “cuidar da moral de sua própria família”.

“Sobre mais uma infeliz declaração do Bolsonaro, eu digo que ele, antes de fazer juízo de valor sobre os outros, deveria cuidar da moral da própria família. E ainda do nosso país. Afinal, ele está cuidando demais do que não precisa e fazendo pouco o dever dele principal: que é ser presidente”, disse.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.