Dayane Mello, brasileira participante do Big Brother italiano, é alvo de ameaça de estupro e xenofobia

Em consequência dos ataques, o público brasileiro passou a interferir nas votações do programa italiano para que ela continue na competição

A modelo brasileira Dayane Mello, uma das participantes do “Grande Fratello Vip”, a versão italiana do Big Brother, foi vítima de ameaça de estupro e é alvo de xenofobia, por parte de integrantes do programa e nas redes sociais.

“Em Verona (na Itália) você seria estuprada”, declarou o jornalista esportivo Francesco Oppini, em um dos momentos da competição, ao se referir às roupas usadas por Dayane. Ele também a atacou, dizendo que a brasileira “pulava de cama em cama”.

A modelo, na oportunidade, respondeu dizendo que era mãe, pediu respeito e destacou que não queria ver a filha Sofia sofrendo com comentários na escola.

Em outro momento do reality, o ator Mário Ermito sugeriu ao modelo Andrea Zenga que ele se aproveitasse de Dayane, em uma festa, quando ela estaria bêbada.

Os fãs brasileiros chegaram a subir a hashtag “Dayane merece respeito”, entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Interferência

Em consequência dos ataques, o público brasileiro passou a interferir nas votações do programa italiano para que ela continue na competição.

Com isso, a brasileira acabou se tornando favorita para vencer a disputa. A reação do público italiana foi imediata, postando que vai descontar a interferência na votação durante a realização do “Big Brother Brasil”.

Dayane tem 31 anos, nasceu em Joinville, Santa Catarina, e começou a carreira como modelo aos 16 anos.

Com informações do Extra

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR