Magno Malta usa velha desculpa após publicar fotos de pênis: “celular clonado e talvez raqueado”

Pastor bolsonarista e ex-senador, Magno Malta compartilhou print do celular em que aparecem duas fotos de uma mão segurando um pênis ao reclamar que Facebook classificou sua publicação como "parcialmente falsa"

O pastor bolsonarista e ex-senador, Magno Malta (PL-ES), foi às redes sociais na manhã desta quarta-feira (20) e usou uma já batida desculpa para justificar a publicação da foto de uma mão segurando um pênis em sua página no Facebook.

“Comunico a todos que tive meu celular clonado e talvez raqueado. Tem uma pessoa se passando por mim, usando meu perfil do Facebook… Já estou tomando as providências. Obrigado”, publicou o pastor em imagem em seu Twitter, complementando: “Se a tentativa é me calar não vão conseguir”.

Em publicação nesta terça-feira (19) – que foi apagada pelo ex-senador, mas capturada por internautas -, Malta reclama da postura do Facebook em classificar uma outra publicação sua como “parcialmente falsa”. Tratava-se de um vídeo do médico Anthony Wong, defensor da cloroquina e do “tratamento precoce” contra a Covid que faleceu recentemente.

Na postagem em que aparecem as fotos de pênis, é possível ver que o ex-senador tirou um print da tela do celular em que, além da imagem do médico, constam fotos de sua galeria: entre elas, duas fotos de uma mão segurando o órgão genital (veja aqui).

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR