Negacionista, Eric Clapton diz que não faz show em locais que exigem vacina

O roqueiro já fez inúmeras declarações contrárias às medidas de proteção contra Covid, chegando, inclusive, a escrever uma canção para criticar o lockdown

O pop star do rock, Eric Clapton, de 76 anos, voltou a se manifestar de forma negacionista em relação às medidas de proteção contra a Covid-19. O guitarrista declarou que não irá se apresentar em locais que exigirem vacinação do público.

“Após o anúncio do PM (primeiro-ministro) na segunda-feira, 19 de julho de 2021, sinto-me na obrigação de fazer um anúncio pessoal: Desejo dizer que não me apresentarei em nenhum palco onde haja um público discriminado presente. A menos que haja providências para que todas as pessoas compareçam, eu me reservo o direito de cancelar o show”, afirmou, segundo a revista Rolling Stone.

Clapton resolveu se manifestar, depois de Boris Johnson, primeiro-ministro britânico, anunciar que casas noturnas e lugares de grandes eventos poderão retornar às atividades em setembro. Porém, será necessário o público exibir a comprovação da vacinação contra o coronavírus.

O roqueiro já fez inúmeras declarações negacionistas. Chegou, inclusive, a escrever uma canção contra o lockdown e criticar os efeitos que sofreu após receber a vacina da Oxford/AstraZeneca.

Racismo

Não é de hoje que Clapton vem decepcionando seus fãs. Depois que lançou a música contra o isolamento social, vários internautas resgataram um depoimento, de 1976, racista e anti-imigração do guitarrista.

Na oportunidade, quando se apresentava em Birmingham, na Inglaterra, ele se posicionou contra a entrada de imigrantes no país e mencionou argumentos de Enoch Powell, político de extrema direita.

“Há algum estrangeiro aqui hoje à noite? Eu acho que vocês devem todos sair. Não só sair do show, mas deixar o país. Eu acho que Enoch está certo e devemos mandá-los todos de volta. Evite que a Grã-Bretanha se torne uma colônia negra. Mantenha-na branca”, atacou o músico.

Com informações do UOL

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR