Nego do Borel desaparece e mãe faz registro em delegacia

Ela afirmou em depoimento na distrital que o artista disse chorando que sairia de casa. Depois, ele ligou para um assessor agradecendo por tudo, “como se tivesse se despedindo”

Roseli Viana Pereira, mãe de Leno Maycon Viana Gomes, conhecido como Nego do Borel, fez registro de desaparecimento do cantor na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes), na noite desta segunda-feira (4). Ela afirmou em depoimento na distrital que, pela manhã, o artista disse chorando que sairia de casa. Depois, ele ligou para um assessor agradecendo por tudo, “como se tivesse se despedindo”.

O caso está sendo encaminhado para a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), na Cidade da Polícia. Nego do Borel disse ainda à mãe que a amava e pediu que ela não o impedisse de fazer o que ele queria. Ela não está conseguindo contato com o filho, pois o aparelho está desligado.

Roseli contou também ter encontrado um bilhete em uma folha de caderno dizendo: “A Fazenda vai me pagar, fez minha mãe chorar…”.

Relembre o caso

Nego do Borel postou um vídeo em suas redes sociais no final de setembro, em que afirma ser inocente das acusações de estupro contra Dayane Mello dentro do reality show A Fazenda, exibido na Rede Record.

O artista foi expulso do programa após ser acusado de estudo de vulnerável contra a modelo Dayane Mello.

Após uma festa, onde a modelo aparece claramente alcoolizada, Nego do Borel tenta ficar com a modelo e chega a dormir com ela.

“Eu dormi do lado de uma pessoa, sim, alcoolizada. Eu tava querendo ficar com ela, e ela querendo ficar comigo”, justifica o artista.

Em seguida, ele afirma que a história dele com Dayane já vinha de antes.

Publicidade

“Isso não era dali (do programa), já tinha uma história. Vocês podem ver que depois da noite, na piscina, ela fala que quer dormir comigo de novo”.

Posteriormente, Nego do Borel ameaça tirar a própria vida.

“Eu não estou entendendo. Vou acabar tirando a minha vida, não estou blefando, estou falando do fundo meu coração. Estou querendo saber o que fiz para merecer tanto ódio, estou sendo chamado de bandido. Amigos me abandonaram, não quiseram me escutar”, revela o cantor.

Publicidade

Com informações do Globo

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR