Zé de Abreu voltará ao Brasil e avalia candidatura em 2022

"Creio que teremos um trabalho imenso pela frente para reconstruir o Brasil depois do desastre provocado pelo genocida", disse o ator, que em 2019 se "autoproclamou" presidente

O ator José de Abreu, que atualmente mora na Nova Zelândia, informou na noite desta sexta-feira (20), que vai voltar para o Brasil e que está avaliando uma candidatura a algum cargo eletivo na eleição de 2022.

Zé, como é conhecido, recebeu um convite da Globo para retornar ao país e ainda não revelou detalhes sobre o trabalho que vai desenvolver, mas adiantou que está disposto a “passar pelo que os brasileiros estão passando”.

“Preciso sentir na pele o que vocês estão sentindo nesta dupla pandemia, do Virus e do Verme”, escreveu o ator que, aos 74 anos, espera ser vacinado contra a Covid em breve.

Leia também – Zé de Abreu: “Bolsonaro e Pazuello mostram a incapacidade do exército brasileiro”

“Terei mais oportunidades de debater uma possível candidatura a algum cargo eletivo em 2022. Creio que teremos um trabalho imenso pela frente para reconstruir o Brasil depois do desastre provocado pelo genocida”, pontuou.

Em 2019, para ironizar o líder opositor venezuelano Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente da Venezuela, Zé de Abreu se autoproclamou presidente do Brasil e a piada durou meses.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR