Quilombo

por Dennis de Oliveira

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
12 de fevereiro de 2016, 13h58

USP: alegria dos ingressantes, desespero dos terceirizados

Funcionários da Higilimp protestam na USP

Funcionários da Higilimp protestam na USP (Foto: CSP/Conlutas)

A empresa Higilimp, que tem contratos de terceirização de serviços de limpeza com vários órgãos públicos do estado de São Paulo, entre eles a USP e o Metrô,  deu calote nos funcionários.

A Universidade de São Paulo, nesta semana, vive uma onda de felicidade com os aprovados no vestibular da Fuvest fazendo as suas matrículas. Alegria das meninas e meninos, a esmagadora maioria branca e de classe média.

Pessoal que limpa as salas, corredores e banheiros da instituição, maioria mulheres negras e pobres, estão preocupadas em como pagar as contas e por comida na mesa.

Meninas e meninos tirando selfies em frente ao prédio da faculdade, pintando os rostos, olhando encantado o campus daquela universidade que sempre sonhou estar um dia.

Alguns já perguntam, apressadinhos, como é a inserção no mercado profissional, se tem campo, se ganha bem… Outros se é perigoso vir de ônibus ou é melhor comprar um carro.

Mães e pais que acompanham os filhos nas matrículas afirmam que o esforço foi merecido. E foi.

Mas o esforço das mulheres e homens que deixam o ambiente da universidade limpo, agradável, seguro, não merece a mesma consideração dos empresários que os contratam.

No lado branco, satisfação e alegria pela oportunidade oferecida e conquistada.

No lado negro, preocupação e revolta pelo desrespeito ao esforço feito cotidianamente.

São os dois lados do mesmo ambiente.

Para quem ainda duvida, isto é o racismo estrutural.

E antes que venham com a argumentação “não tenho culpa disto”, lembro Hannah Arendt quando diz que não se trata de culpa, mas sim de responsabilidade coletiva de problemas que são fruto de uma sociedade injusta e racista.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags