escrevinhador

por Rodrigo Vianna

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de abril de 2015, 09h18

Atos por todo o país marcam aniversário de 50 anos da Rede Globo: “A verdade é dura…”

O aniversário de 50 anos da Globo foi marcado por manifestações em Brasília/DF, São Paulo/SP e Belo Horizonte, em frente às respectivas sedes da emissora, em Recife/PE, Porto Alegre e Bagé/RS.

Por Larissa Gould, dos Jornalistas Livres

Neste  26 de abril ,  a Rede Globo de televisão completou 50 anos. A emissora nasceu fruto de uma concessão pública da ditadura militar. Não por coincidência completa meio século um ano após Golpe Militar ter feito seu quinquagésimo aniversário.

O ano passado foi marcado por atos de descomemoração do golpe, nesse ano, entidades e movimentos sociais denunciam a emissora que apoiou o regime militar e que, até hoje, serve aos interesses do poder econômico.

Ato em Brasília. Foto: Midia NINJA

Nesse domingo, foram realizadas manifestações em Brasília/DF, São Paulo/SP e Belo Horizonte, em frente às respectivas sedes da emissora, em Recife/PE, na Praça do Arsenal e em Porto Alegre (nos Arcos da Redenção) e Bagé/RS (Praça dos Esportes).

Ato em São Paulo. Foto: Sergio Silva / JL

Os eventos compõem o calendário de Descomemoração do Aniversário da Rede Globo, e continuaram durante o mês em outros estados. Em Curitiba/PR, o ato público está marcado para essa segunda-feira (27).

Além dos atos, estão sendo organizados seminários, rodas de conversas, aulas públicas e debates sobre a mídia no país, atentando à representatividade dos negros, mulheres e à cobertura das pautas populares, além da importância da democratização dos meios de comunicação.

Ato em Brasília. Foto: Mídia NINJA

Os movimentos sociais, sindicais e diversas entidades também lançaram um manifesto “50 Anos da TV Globo: Vamos descomemorar” que pontua a postura da emissora na cobertura jornalística de movimentos sociais e denuncia a sonegação de impostos da empresa. Mais de 50 entidades e movimentos sociais assinam o documento, entre eles MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), CUT (Central Única dos Trabalhadores), Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo e UNE (União Nacional dos Estudantes).

Ato em Belo Horizonte. Foto: Mídia NINJA

Os movimentos pontuam também que a globo concessão pública, e como tal, deve servir à população.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum