escrevinhador

por Rodrigo Vianna

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de fevereiro de 2014, 10h44

Áudio revela manobra da direita; jurista defende governo

O jornalista venezuelano Miguel Angel Perez Pirela mostrou nesta segunda-feira um áudio que comprova os planos da ultra-direita para criar um clima de instabilidade, que pode levar a um golpe de Estado no país.

Da Telesur

O jornalista venezuelano Miguel Angel Perez Pirela mostrou nesta segunda-feira um áudio que comprova os planos da ultra-direita para criar um clima de instabilidade, que pode levar a um golpe de Estado no país.

Em seu programa “Cayendo y Corriendo”, transmitido através do canal Venezuelana de Televisión (VTV), divulgou o áudio de uma conversa por telefone em que se fala de um possível governo de transição.

Perez Pirela alerta as instituições e forças da ordem pública para ficarem atentos “às grandes forças do capital estão em Caracas”. O jornalista disse que “hoje (segunda-feira) eu tenho conhecimento de que uma grandes loja pode ser saqueada”.

Segundo o jornalista, participam dessa conversa assessores de líderes venezuelanos. “Eles se referem, entre aspas, às regras para a repressão, ou seja, eles já estão planejando um golpe”.

Em áudio, dois militantes da oposição, um general aposentado das Forças Armadas Bolivarianas e um conselheiro do suposto líder do Conselho, Ramon Guillermo Aveledo Unidade, que se referem a uma possível derrubada violenta do governo do presidente Nicolas Maduro.

“A outra situação é, em casos extremo, forçar o presidente a renunciar, coisa que o candidato da oposição (possivelmente Leopoldo López) está rejeitando”, disse um dos participantes da conversa.

O jornalista venezuelano pediu para ser vigilante. “Amanhã um setor violento quer tomar de novo o centro de Caracas para gerar uma situação como essa há alguns dias, quando destruiu parte do centro histórico de Caracas”.

Receita de desestabilização

O jurista constitucionalista venezuelano Hermann Escarrá disse com exclusividade à Telesur que esse áudio revela que existe uma receita para a desestabilização para tentar quebrar a ordem jurídica no país.

A violência, as tentativas e os acontecimentos dos últimos dias de desestabilização mostram algo diferente do que a realidade. “A situação atual no país revela que há poderes legalmente constituídos, um Presidente eleito pelos meios constitucionais, que tomam medidas legais para proteger os cidadãos”

Escarrá afirma que, apesar disso, há um pequeno setor da sociedade que tenta posicionar uma matriz de opinião. “O governo está tomando medidas para prevenir a violência , porque se houvesse omissão, seria extremamente grave para a nação”


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum