escrevinhador

por Rodrigo Vianna

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de abril de 2015, 11h05

Força-tarefa do MPF vai acelerar investigações de esquema de sonegação com Operação Zelotes

Proposta do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de instituir força-tarefa para acompanhar as investigações da chamada Operação Zelotes, foi aprovada.

Do Portal do MPF

O Conselho Superior do Ministério Público Federal aprovou proposta do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para instituir força-tarefa que acompanhará as investigações da chamada Operação Zelotes, que apura organização suspeita de manipular julgamentos de processos junto ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), do Ministério da Fazenda. A criação foi autorizada a terça-feira, 7 de abril, e a portaria deve ser publicada nos próximos dias.

O grupo auxiliará o procurador da República Frederico Paiva, da Procuradoria da República do Distrito Federal (PR/DF), que está à frente das investigações e coordenará a força-tarefa. Integram a equipe os procuradores regionais da República José Alfredo Silva e Raquel Branquinho, da Procuradoria Regional da República da 1ª Região (PRR1), e o procurador da República Rodrigo Leite Prado, da Procuradoria da República em Minas Gerais (PR/MG).

De acordo com Frederico Paiva, a primeira tarefa do grupo será a análise de materiais e documentos apreendidos durante a Operação Zelotes. “São milhares de horas de monitoramento telefônico, centenas e milhares de e-mails interceptados e movimentação bancária e fiscal de quase uma centena de investigados que serão analisados com o objetivo de conseguir provas da manipulação dos julgamentos”, explica.

No entanto, apesar do volume de trabalho, pelo menos neste primeiro momento, os quatro procuradores vão conciliar a apuração do caso com o trabalho normal nos gabinetes. “Vamos começar conciliando e, depois, se houver necessidade, podemos pedir dedicação exclusiva”, explicou Paiva. Nos próximos dias, o coordenador do grupo deve se reunir com os outros três integrantes para definir novas providências e o que será feito por cada procurador.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum