escrevinhador

por Rodrigo Vianna

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de julho de 2014, 23h20

Rússia: Um caça ucraniano voava perto do Boeing durante o acidente

Os satélites russos teriam detectado um caça ucraniano modelo SU-25 que voava em direção ao Boeing 777 da Malaysia Airlines. Além disso, no momento do desastre, uma bateria de mísseis ucranianos Buk foi disparada em direção a Donetsk, região controlada por rebeldes.

Caça ucraniano sobrevoava próximo ao avião, que caiu na última quinta-feira, matando 298 pessoas

Da ANSA

A Rússia negou nesta segunda-feira (21) o lançamento de um míssil próximo à rota do vôo MH17, da Malaysia Airlines, e acusou um caça ucraniano de sobrevoar próximo ao avião, que caiu na última quinta-feira (17), matando 298 pessoas.

Os satélites russos teriam detectado um caça ucraniano modelo SU-25 que voava em direção ao Boeing 777 da Malaysia Airlines. Além disso, no momento do desastre, uma bateria de mísseis ucranianos Buk foi disparada em direção a Donetsk, região controlada por rebeldes (veja imagens no final).

A declaração foi dada pelo Ministério russo da Defesa, afirmando também que não concedeu nenhum míssil do tipo Buk aos rebeldes separatistas ucranianos. “Não fornecemos aos insurgentes nenhum sistema de míssil Buk ou outro material militar”, disse o general Andrei Kargapolov.

O governo da Ucrânia e os Estados Unidos afirmam desde a semana passada que o avião foi abatido por um míssil, possivelmente dado pela Rússia a rebeldes separatistas. Em um pronunciamento oficial, o presidente norte-americano, Barack Obama, chegou a garantir que possui evidências suficientes de que o míssil pertencia aos rebeldes.

Em resposta, Moscou também disse hoje que, no momento do acidente, satélites dos EUA sobrevoavam a região. Por isso, o governo russo pediu para Washington compartilhar as eventuais imagens, publicou a agência Interfax.

Veja imagens abaixo:

Elementos Buk-1M do sistema de exército ucraniano 50 km a leste da cidade de Donetsk

Instalações Buk sistema de defesa aérea do exército ucraniano, cerca de 8 km a noroeste da cidade de Lugansk.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum