escrevinhador

por Rodrigo Vianna

30 de maio de 2018, 16h30

Parente é o coração do golpe; Temer pouco importa: a saída virá das ruas

Está claro que o Petróleo mais uma vez é o centro da disputa - como foi em 1954 com Vargas. Pedro Parente é um representante estrangeiro à frente da Petrobrás. Ele é mais forte que Temer, é ele que precisa cair.


+ posts

11 de abril de 2018, 14h21

Uma espécie de milícia federal ameaça movimentos que resistem em Curitiba

por Rodrigo Vianna A carta do Sindicato dos Delegados da Policia Federal/seção Paraná é um indicativo claro de que o setor da PF atuante na Lava-Jato se transformou numa espécie de milícia que silencia e ameaça movimentos sociais,  democratas,  sindicatos e todos aqueles que se opõem ao Golpe e aos abusos dessa operação parcial e eivada […]


10 de abril de 2018, 15h05

Vargas ou Lula: os caminhos de cada um

por Douglas F. Barros A comparação entre Lula e Getúlio Vargas não é boa; é como comparar Grécia e Roma, para saber quem foi mais importante. Mas de toda forma, há uma enorme diferença: Lula fez a Democracia se mover (atores, classes, movimentos, partidos, mídia…) por dentro do sistema. Lula fez a aposta de sua […]


10 de abril de 2018, 14h37

Prisão de Lula não resolveu os dramas do Golpe – que pode derrubar Temer para adiar eleições

Por Rodrigo Vianna A prisão arbitrária de Lula, da maneira como ocorreu (sob comando simbólico do ex-presidente e não do juiz Moro), agravou a situação para os gestores do Golpe. Há vários sinais disso: – na guerra de símbolos, a principal imagem da prisão foi Lula cercado pela multidão, e não Lula algemado; – na […]


04 de abril de 2018, 00h51

Chantagem militar: pelo twitter, e com apoio da Globo, Exército ameaça quartelada

Globo e militares não gostam de Lula; e morrem de medo da urna


21 de março de 2018, 17h08

A jogada chicaneira de Cármen Lúcia para prender Lula, apoiada pela Globo

Por Rodrigo Vianna Cármen Lúcia estava há semanas sob pressão da Globo. Era mais uma ministra “que faz a diferença” (recebeu o prêmio da emissora, chancelando o acordo tácito entre Justiça e império midiático). Mas nas últimas horas, havia outra pressão: feita pela opinião pública que não aceita o golpe e por ministros que aparentemente […]


19 de março de 2018, 10h44

Estado de exceção: polícia invade o Bip-Bip, bar mais famoso de Copacabana

O guarda da esquina acha que pode tudo; Moro abriu as portas do inferno do arbítrio


08 de março de 2018, 14h50

Vivam as mulheres, deixem as mulheres viver

A linda foto que ilustra esse texto eu tirei de postagem feita hoje mesmo pela amiga Renata Mielli. Mostra o encontro possível entre o que costumamos (costumamos quem? Ora, a minha geração que está envelhecendo) considerar a marca do “masculino” (a força, a agressividade) com o que costumamos considerar a marca do “feminino” (o amor, […]


06 de março de 2018, 22h55

O fim das ilusões: a lógica política de Lula é a lógica que o levará preso

Ex-presidente lidera disparado na pesquisa que sai no mesmo dia em que STJ nega habeas corpus – Lula vai virar um Dom Sebastião encantado a atormentar a direita: nesta e nas próximas eleições Por Rodrigo Vianna Não é possível ter mais qualquer ilusão: o jogo institucional conduzirá Lula para a cadeia. A lógica do golpe – […]


23 de fevereiro de 2018, 20h58

O brasileiro quer emprego e saúde, e não porrada e bomba – mostra Ibope

Virada de pauta de Temer, com intervenção no Rio, tem tudo para fracassar Por Rodrigo Vianna Entre os analistas mais sérios, ficou claro desde os primeiros momentos que a intervenção militar no Rio não guarda qualquer relação com a necessidade de oferecer mais segurança à população. Luiz Eduardo Soares, que foi secretário nacional de Segurança […]


18 de fevereiro de 2018, 14h52

Censura no samba faz avançar o AI-5 a conta gotas: Palácio pressiona, e Tuiuti desfila sem a faixa do vampiro

Temer sem a faixa é o golpismo nu, no meio da praça


16 de fevereiro de 2018, 13h20

Intervenção militar no Rio leva o Golpe para novo patamar

Diante do caos social provocado por Temer, direita traz Exército para as ruas: um AI-5 a conta gotas?