Segunda Tela

19 de maio de 2016, 10h02

Ator Gustavo Mendes dá a melhor resposta a Marco Feliciano até agora

Tudo começou com um vídeo publicado ontem (18) pelo pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP). Na gravação, o parlamentar cobrou mais atitude do governo Michel Temer para enfrentar os movimentos sociais que protestam contra a extinção do Ministério da Cultura.

“Meus amigos que são intelectuais, que são artistas, deixa eu dar uma palavrinha para vocês. Vocês estão tristes com o fechamento do Ministério da Cultura? Procurem o Ministério do Trabalho. Vá arrumar o que fazer. Pare de ficar sugando nas tetas do governo”, afirmou, provocando revolta nas redes sociais.

Indignado com as palavras do pastor, o ator Gustavo Mendes, que faz sucesso interpretando a presidenta Dilma Rousseff em vídeos humorísticos, respondeu à altura.

“É isso mesmo? O senhor me chamou de vagabundo, senhor Feliciano? Justamente você, que além de seu salário de deputado, e todas as outras vantagens financeiras que o seu cargo te oferece, faz de altares pelo Brasil inteiro verdadeiros circos de extorsão financeira, através da fé alheia de pobres que te ouvem, movidos por sua dissimulação cara de pau”, disse.

Mendes ressaltou que Feliciano ofendeu toda a classe artística com seus comentários, e também age de forma preconceituosa com outros grupos menos favorecidos. “Covardia é o que você fez com os direitos humanos, promovendo indiretamente o retrocesso de direitos e verdadeiras chacinas contra a população LGBT, a comunidade negra, e aos que, ainda marginalizados, são seguidores de religiões de matriz africana”, concluiu.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum