Segunda Tela

11 de abril de 2018, 15h36

Cristovam Buarque critica Lula e recebe aula sobre demagogia de internautas

O senador se deu mal: um tuíte seu dizendo que Lula é “demagogo” ao oferecer diploma universitário a quem “não teve um bom ensino médio” recebeu dezenas de respostas de brasileiros que mudaram de vida com as políticas universitárias dos governos petistas

Por Redação

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF), que votou a favor do impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff e tem sido um ferrenho crítico dos governos petistas nos últimos anos, vem recebendo pelo Twitter, nos últimos dias, uma verdadeira aula de “demagogia”.

No sábado (7), dia em que o ex-presidente Lula se entregou à Polícia Federal, Buarque chamou o petista de “demagogo” ao oferecer diploma universitário a quem “não teve um bom ensino médio”.

“Não há demagogia mais explícita do que prometer um diploma universitário para quem não concluiu um bom ensino médio. Foi isso que Lula fez em seu governo e mais uma vez no seu discurso, iludindo o povo”, tuitou.

O que o senador não esperava, no entanto, era uma avalanche de respostas de brasileiros que mudaram de vida com as políticas universitárias dos governos petistas. Doutores, primeiros da família a falarem um idioma estrangeiro, pesquisadores e estudantes beneficiados apontaram que a demagogia, na verdade, estava na fala de Cristovam.

“Oi Cristovam, tudo bom? Sou formada em Direito pela PUC-SP com bolsa do ProUni. Passei na prova da OAB de primeira. Sou advogada num banco de investimento e já trabalhei no melhor escritório de advocacia da América Latina. Te garanto que a vida que tenho hoje não é demagógica”, escreveu uma internauta.

Confira a sequência.

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum