Segunda Tela

09 de março de 2016, 15h35

Em paródia, Adnet ironiza manifestante de direita e “brasileiro da Flórida”

Em seu programa ‘Tá no Ar’, o ator criou o personagem ‘Chico Buarque de Orlando’, um músico da MPB que “protesta na avenida Paulista”, reclama do “povão” na Disney, não declara impostos e ainda manda abraços para Lobão. Assista

Por Redação

Já viralizou nas redes sociais o vídeo de um quadro que foi ao ar na noite desta terça-feira (8), no programa ‘Tá no Ar’, da Rede Globo. Em uma paródia do cantor e compositor Chico Buarque de Hollanda – que é declaradamente de esquerda – o ator Marcelo Adnet criou “Chico Buarque de Orlando”, uma versão escrachada de um músico de direita que frequenta protestos contra o governo na avenida Paulista e que tem, entre outros hábitos, o de não declarar impostos ou de falar mal do “povão” que hoje frequenta os parques da Disney, na Flórida (EUA).

Com ironia, Adnet praticamente traça um perfil do que chama de “brasileiro da Flórida”, exaltando o consumo, a “Black Friday” e recomendando que outros como ele – artistas declaradamente de direita – se mudem para os Estados Unidos, como na paródia “É caro, amigo”.

“Aqui em Orlando tão jogando futebol, os brasileiros frequentando o shopping mall. Tem o Hassum, Romero Brito e Mion. Tem Ronaldo, Dr. Rey e o povo da direita. O Constantino escreve um post para os seus. Olavo de Carvalho, o Amaury e o Silvio Santos. Gestante vem correndo, tem greencard para as crianças. Abraço para o Lobão, adeus”.

Assista:

Todos os sucessos em um único box. http://glo.bo/1RQBRq2 #TánoAr

Posted by Tá no Ar on Tuesday, 8 March 2016


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum