Sindicato Popular

O que o brasileiro pensa?
17 de junho de 2020, 15h33

Derrota dos trabalhadores, vitória dos patrões

“É impressionante como o governo e a base aliada têm a cara de pau de dizer que a MP 927 vai gerar emprego.

Reprodução

A Câmara dos Deputados acaba de aprovar a famigerada medida provisória – MP 927-, que altera temporariamente regras da relação entre trabalhador e patrão, mudando trechos da CLT – Consolidação das Leis do Trabalho, aprofundando os ataques aos direitos trabalhistas da deforma trabalhista golpista de Temer.

Por 332 votos a favor e 132 contra, o texto-base da MP 927, além da antecipação de feriados e de férias, mesmo antes do período aquisitivo, prevê a concessão de férias coletivas, o teletrabalho e banco de horas.

A bancada do PT votou contra a MP. De acordo com o deputado Rogério Correia (PT-MG): “É uma medida que tem a cara do governo Bolsonaro, a cara da covardia com os mais pobres, com as trabalhadoras e os trabalhadores brasileiros”. O deputado listou os dispositivos que flexibilizam o banco de horas e abrem a hipótese de o trabalhador receber apenas metade das verbas rescisórias, em caso de demissão. Helder Salmão, deputado pelo PT-ES, explica que a MP 927 é um estímulo à demissão porque ela flexibiliza ainda mais os direitos trabalhistas e facilita as regras para o empresário demitir: “É impressionante como o governo e a base aliada têm a cara de pau de dizer que essa MP vai gerar emprego. Ao contrário, vai fragilizar ao permitir, por exemplo, reduzir o salário em até 25% sem reduzir a carga horária, a jornada de trabalho”.

Rogério Correia critica a aprovação de mais uma medida provisória em plena pandemia para retirar ainda mais direitos dos trabalhadores: “A cada MP, um direito do trabalhador é retirado ou, pelo menos, diminuído. E, assim, vão se subtraindo seus direitos, chegando ao absurdo de suspender até o direito do trabalhador recorrer à Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) para ver as condições de saúde e de segurança”, criticou.

Assista à votação

Com informações PT na Câmara


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum