Frente Pela Vida realiza, hoje, lançamento da campanha: “Brasil precisa do SUS”

Chico Buarque, Caetano Veloso, Juca Kfouri, Silvio Tendler, Cristiana Brasil, Ana Petta, Paulo Betti, Bete Mendes, Zélia Duncan, Mateus Solano, Leonardo Boff são algumas das personalidades que apoiam e divulgam a campanha ‘O Brasil precisa do SUS’.

A Frente pela Vida, composta pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Conselho Nacional de Saúde (CNS) entre outras entidades, realiza nesta terça (15/12), às 14H, o lançamento da Campanha “Brasil precisa do SUS“. A campanha reivindica a revogação da Emenda Constitucional 95, que congelou o orçamento público para saúde e educação por 20 anos, a manutenção do piso emergencial para a saúde em 2021 e um efetivo plano de vacinação em massa contra a Covid-19.

Chico Buarque, Caetano Veloso, Juca Kfouri, Silvio Tendler, Cristiana Brasil, Ana Petta, Paulo Betti, Bete Mendes, Zélia Duncan, Mateus Solano, Leonardo Boff  são algumas das personalidades que apoiam e divulgam a campanha ‘O Brasil precisa do SUS’.

José Gomes Temporão, pesquisador da Fiocruz, ex-ministro da saúde e ativista pela Saúde Coletiva faz uma síntese sobre o SUS ao convidar para a campanha o #BrasilPrecisadoSUS:

“Meu nome é José Gomes Temporão, sou ex-ministro da Saúde e pesquisador da Fiocruz. O Brasil Precisa do SUS. Você precisa do SUS. O povo precisa do SUS.

O SUS é a mais importante política pública implantada no País. Protege, garante a segurança de todos, combate a desigualdade e ajuda a construir um País melhor e mais justo.

Com o SUS, o acesso a saúde deixou de ser privilégio de poucos e passou a ser um direito de todos. E, por isso, o SUS é muito importante para toda a sociedade. Devemos defendê-lo, aperfeiçoá-lo, qualifica-lo.

Para a sobrevivência e desenvolvimento do SUS, é preciso fortalecer a consciência na sociedade de que o sistema universal é o melhor caminho para a justiça social e proteção de todos, sem distinção”

Conheça os documentos produzidos pela Campanha

Diante da falta de ação do governo Bolsonaro, para o enfrentamento da pandemia, as entidades da Frente pela Vida lançaram o Plano Nacional de Enfrentamento à Pandemia da COVID-19 e o documento Carta ao povo brasileiro. O documento traz fortes denúncias ao governo Bolsonaro:

“São mais de 170 mil brasileiras e brasileiros mortos pela pandemia de Covid-19 desde março. No país, a Covid-19 mata mais pessoas negras, pobres e se dissemina rapidamente entre trabalhadores de serviços essenciais e informais, assim como entre populações vulnerabilizadas. A desigualdade social e a desvalorização da vida serviram de terreno fértil para o vírus.

Ações relevantes de enfrentamento, que deveriam ter sido lideradas pelo governo federal, foram sabotadas pelo presidente Jair Bolsonaro. A ausência de coordenação nacional, testes armazenados sem uso e recursos financeiros retidos são alguns exemplos. Essa desorientação propositada tem alimentado as mais altas taxas de mortalidade e letalidade da Covid-19 nas Américas, só comparáveis às dos Estados Unidos, Peru e Chile.

O presidente da república incentivou aglomerações, desarticulou medidas de proteção de populações vulneráveis, como os povos indígenas. Não existe plano para a futura vacinação, o que gera ansiedade e insegurança na população. Essas aberrações levaram à denúncia do governo Bolsonaro por crime contra a humanidade no Tribunal Penal Internacional, em Haia, Holanda.”, afirma os parágrafos iniciais da Carta.

A vida dos brasileiros sob ameaça com sucateamento do SUS

Os casos de infecção e mortes causada pela Covid-19 voltaram a aumentar em todo o país a partir de novembro. O Brasil se aproxima de 200 mil mortes, há demandas de atendimentos reprimidas como cirurgia eletivas que geram uma fila imensa para o ano que vem. Para piorar a situação, em 31 de dezembro expira a lei que reconhece o estado de calamidade e fez aportes emergenciais para o SUS.

Além disso, estamos à deriva quando se trata de recursos e plano de ação e logística para a vacinação que já iniciou em países como China e Reino Unido. Conforme denuncia a Frente pela Vida:

“Em mais uma ação de politização das ações de resposta à pandemia, o governo federal apresenta um plano de vacinação contra a Covid-19 incompleto e com ações insuficientes. A população brasileira não pode ficar à mercê de disputas políticas.

O Ministério da Saúde precisa assegurar que a população tenha
acesso às vacinas aprovadas pela Anvisa e organizar uma campanha
transparente, de comunicação direta e em âmbito nacional.”

Assista ao vivo, nesta terça-feira, 15/12, às 14H

Assine a Petição Pública para mais recursos para o SUS em 2021

Avatar de Sindicato Popular

Sindicato Popular

O blog é uma parceria da Fórum com o Sindipetro-NF (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense). Traz artigos e análises de temas de interesse dos trabalhadores.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR