Trabalhadores da FORD de Taubaté conseguem liminar para impedir demissão em massa

Na liminar concedida, a Ford fica proibida de assediar os trabalhadores e seus representantes do Sindicato, é obrigada a garantir os salários dos trabalhadores enquanto durar a negociação coletiva e a garantir a estabilidade até dezembro de 2021.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região- Sindmetau, Claudio Batista, o Claudião, anunciou no último sábado (06/01) que, por meio de ação civil pública do Ministério Público do Trabalho a Justiça concedeu tutela antecipada, suspendendo as demissões em massa na Ford, obrigando-a a garantir os salários durante as negociações, proíbe a empresa de cometer assédio e a obriga a fornecer todas as informações ao sindicato.

Primeira vitória na Justiça

O despacho expedido pela juíza da 2a Vara do Trabalho de Taubaté, Andréia de Oliveira, proíbe a Ford de demitir coletivamente, recomenda que o Ministério Público do Trabalho participe das negociações entre a Ford e os trabalhadores, visando o equilíbrio nesta negociação.

Na liminar concedida, a Ford fica proibida de assediar os trabalhadores e seus representantes do Sindicato, é obrigada a garantir os salários dos trabalhadores enquanto durar a negociação coletiva e a garantir a estabilidade até dezembro de 2021.

A Juíza indica ainda que a Ford deve criar um fundo garantidor para assegurar os direitos trabalhistas e proíbe a empresa de fazer remessas para o exterior.

Com a liminar, todas as demissões estão suspensas, as negociações devem ser reiniciadas, agora com a participação do MPT.

Carreata para manter a pressão e a mobilização

Em 29 de janeiro 300 carros saíram da porta da fábrica da Ford em Taubaté em direção à Basílica de Nossa Senhora Aparecida.

Ontem (08/02), em assembleia na fábrica da Ford de Taubaté foram definidos conjuntamente os novos passos da luta em defesa dos empregos. Devido à pandemia os trabalhadores decidiram fazer nova carreata, marcada para a próxima sexta-feira (12/02). O ato em defesa dos empregos na montadora terá concentração às 7h na fábrica, com saída prevista para 8h.

O Sindmetau também se organiza para abrir negociação direta com a direção da Ford nos Estados Unidos, por meio de videoconferências.

Sinvaldo Cruz, coordenador sindical na Ford, explica que o Sindmetau vai defender a posição prioritária dos trabalhadores neste momento que é reverter a decisão da montadora de encerrar a produção no país: “Vamos nos reunir com a direção dos Estados Unidos para colocar nossas reivindicações. E também para entender, da parte deles, o que é possível fazer para manter as fábricas de Taubaté, Camaçari e Horizonte”.

A videoconferência com a direção da Ford nos Estados Unidos prevista para ontem foi desmarcada e o Sindmetau aguarda o reagendamento. 

Avatar de Sindicato Popular

Sindicato Popular

O blog é uma parceria da Fórum com o Sindipetro-NF (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense). Traz artigos e análises de temas de interesse dos trabalhadores.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR