Paranoia: Bolsonaristas apontam broche como prova de “conspiração” de Mourão com a China

Vice tuitou sobre a independência do Brasil com foto da época da visita ao país asiático e causou furor entre apoiadores do presidente

Um broche com as bandeiras do Brasil e da China, usado na lapela pelo general Hamilton Mourão, está sendo apontado por influenciadores bolsonaristas nas redes sociais como “prova” de que o vice conspira com o gigante asiático contra o presidente Jair Bolsonaro. No dia 7 de Setembro, Mourão tuitou uma foto onde aparece com o broche, tirada numa entrevista dada ao canal de notícias chinês CGTN na época de sua visita, em maio de 2019.

“Mourão ‘tuíta’ no dia da Independência do Brasil com um broche da China no ‘palitó’ (sic). REVELADOR”, criticou um perfil bolsonarista no twitter, imediatamente replicado pelo blogueiro Allan dos Santos, um dos principais porta-vozes da extrema-direita nas redes sociais. Investigado pelo STF no inquérito das fake news e também pela CPI da Covid, Allan, cujo canal, o Terça Livre, foi banido do youtube, vive atualmente nos EUA.

Publicidade
Publicidade

Minutos antes de acusar Mourão, Allan dos Santos havia estabelecido, em uma sequência de tweets, sua teoria sobre a conspiração chinesa contra Bolsonaro. “Nenhum analista ou cientista político entendeu que estamos diante de um conflito entre Xi Jinping e o MUNDO. BOLSONARO é O ALVO do PARTIDO COMUNISTA CHINÊS”, afirmou o expert em geopolítica da Terra plana.

Em sua postagem original no twitter, o vice homenageava a independência do Brasil. “Em 7 Set 1822, o Brasil declarou sua Independência e cresce a cada dia, cuidando do seu bem maior: o brasileiro. Somos um país jovem e uma democracia plena, fruto das lutas dos nossos antepassados. Sigamos em frente, honrando o legado de liberdade e respeitando nosso povo”, escreveu.

Publicidade

Como vice-presidente, Mourão preside a COSBAN (Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação) ao lado do homólogo chinês, Wang Qishan, e já defendeu e criticou a China em outras ocasiões. Em novembro do ano passado, disse que a Embaixada da China agiu “diplomaticamente errado” ao publicar nota nas redes sociais criticando Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por levantar suspeita de “espionagem” com a tecnologia 5G. Por outro lado, defende  uma maior aproximação comercial entre os dois países guiada por “pragmatismo, não dogma”.

Após a “denúncia” de Allan dos Santos nesta quarta-feira, 8 de setembro, outros bolsonaristas se uniram à tese da “conspiração” entre os chineses e Mourão contra seu mito Bolsonaro. “No dia da Independência do Brasil, vice-presidente Hamilton Mourão usa broche com bandeira da China comunista”, atacou a jornalista de extrema direita Fernanda Salles.

Publicidade

“Ele é um mensageiro da China, isso ficou claro”, tuitou outro bolsonarista em uma das dezenas de respostas conspiratórias ao tweet do vice. “O Mourão tinha que colocar uma foto com o broche da China? Sério mesmo… logo no 7 de setembro”, criticou Kim Paim, que se define como “rei dos piratas”.

“O broche do general Mourão com a bandeirinha da China no dia 7 de Setembro fala muito. Pior, ele sabia exatamente a mensagem que iria passar”, disse o procurador e deputado estadual Eric Lins (DEM-RS), defensor do Escola Sem Partido que pelo visto enfrenta problemas com o uso da vírgula.

Publicidade

“Só esperando uma oportunidade, não confio nesse vice melancia”, disse outra tuiteira bolsonarista, insinuando que o vice de Bolsonaro é “verde (oliva) por fora, vermelho por dentro”.

E é claro que não podia faltar o pateta Rodrigo Constantino, que se diz jornalista. “Mas que diabo foi isso, Mourão?!”, tuitou.

Publicidade

“Tantas fotos pra postar e logo uma com o maior inimigo do planeta?”, reclamou o perfil Área Militar, que afirma produzir “análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade”, com mais de 25 mil seguidores no twitter. Em seguida, postou uma charge onde o vice de Bolsonaro aparece como marionete da China.

A paranoia está forte para os lados do bolsonarismo… É histórico, golpistas costumam ter medo da própria sombra.

Avatar de Socialista Morena

Socialista Morena

Uma nova forma de fazer jornalismo. Cultura, política, feminismo, direitos humanos, mídia e trabalho. Editora: Cynara Menezes

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR