Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

28 de setembro de 2010, 12h49

‘Mar vermelho’ A luta por moradia digna

Ontem no comício em São Paulo o presidente Lula foi incisivo na denúncia de como os sucessivos governos tucanos tratam os mais pobres em São Paulo.

Abaixo, matéria extraída do Blog Programa Urbano, é só um exemplo do descaso da administração pública na cidade mais rica, do estado mais rico do país que é o único estado da região Sudeste que não atingiu as Metas do Milênio.


A Comunidade “Mar Vermelho” fica no Jardim Nsa. Sra. do Carmo – Subprefeitura Itaquera. Há sete anos cerca de duas mil famílias habitam moradias precárias com constante risco de desabamento do morro  na parte de cima e enchentes na parte de baixo, além da convivência próxima com o duto de gás. Parte da área foi interditada pela Defesa Civil, porém as famílias não foram transferidas, nem foi apresentado a elas opção de moradia.  A reportagem é de responsabilidade da Apoio – Associação de Auxílio Mútuo da Zona Leste.

A moradia em condições precárias é um dos principais problemas que atrapalham o desenvolvimento da vida familiar. O diagnóstico participativo do Programa Urbano na Zona Leste, detectou que o principal problema vivido por chefes de família que moram em favelas, cortiços e vilas é a moradia precária, questão citada por 35,5% dos entrevistados

O que se observa é que as famílias optam por terrenos e moradias ilegais, de forma a não pagar aluguel, justamente para poder arcar com alimentação e conseguir manter suas crianças na escola. Na sexta-feira, 17 de setembro de 2010 a equipe da Apoio esteve mais uma vez conversando com as famílias para documentar a situação de completo abandono, pelo poder público, em que vivem.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum