Blog da Maria Frô

ativismo é por aqui

26 de maio de 2010, 08h58

Serra: a distância entre discurso e prática

Em seus discursos Serra promete criar um Ministério de Segurança Pública.
Na prática a situação da polícia civil no estado em que Serra foi governador mostra que o discurso do candidato tucano está distante da realidade.

Em todos os momentos em que o Estado precisou de um estadista teve em troca um governador truculento que fez uso indiscriminado da polícia militar contra os funcionários públicos do estado e contra os cidadãos.

Serra conseguiu a proeza de atrair para o palácio dos Bandeirantes professores em greves, policiais civis em greve, funcionários, professores e estudantes da USP, UNESP, UNICAMP em greve. Serra com sua truculência consegue unir a todos contra o seu governo.

É por isso que o mesmo tucano (símbolo do partido PSDB do ex-governador José Serra e atual pré-candidato pelo PSDB à Presidência) com um X usado na campanha dos professores estaduais após a brutal repressão que sofreram da polícia militar do estado, comandada por um governador que se recusa a dialogar com os funcionários públicos, está exposto no blog do investigador. Sem sombra de dúvidas Serra tem uma capacidade: a de unir todos contra ele: de policiais a professores.

psdb_nunca_mais

Há vários blogs de policiais civis denunciando a situação desta categoria que segundo eles tem a pior remuneração do país. É do post permanente do blog do investigador de polícia Flávio Lapa Claro que reproduzo os vídeos a seguir.

O investigador promete deixar um post onde expõe vários vídeos da repressão da polícia militar à polícia civil até “ATÉ OUTUBRO DESTE ANO” (data das eleições para presidente e para governador dos estados)  e avisa: “NÃO NOS ESQUECEREMOS DOS ACONTECIMENTOS NA HORA DE VOTAR”

É de um desses blogs que trago os vídeos abaixo.

1. Vídeo da campanha dos policiais civis que permaneceram em greve por mais de 30 dias no Estado de São Paulo, denunciando a ausência de diálogo com o governador.

No vídeo abaixo podemos ver cenas de uma verdadeira batalha campal a poucos metros da sede do governo do estado, o Palácio dos Bandeirantes: a polícia militar posiciona seus ônibus blindados para fazer uma trincheira, que impeça a passagem da passeata da polícia civil em direção ao Palácio do Governador; a tropa de choque da PM joga bombas e atira contra policiais civis em passeata.

A linguagem de Serra é sempre a mesma quando se trata de lidar com conflito: cavalaria e tropa de choques a postos, bombas de efeito moral, spray de pimenta, bombas de gás lacrimogêneo, balas de borracha. Resultado? Neste dia: 24 feridos, viaturas depredadas e governador sem moral diante de seus próprios policiais que afirmam para as câmeras de tv: “Quem começou este conflito em fevereiro foi o governador José Serra que é um irresponsável“.

Para ver mais vídeos e conhecer o que os policiais civis pensam do ‘estadista’ José Serra, visite o blog do investigador Flávio Lapa Claro.

Veja também:  Curso de formação da Polícia Civil-SP inclui obras de Djamila Ribeiro e Silvio de Almeida na bibliografia

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum