Imprensa livre e independente
30 de março de 2016, 14h31

Boechat critica PMDB: “Não tem linha programática, ideológica ou coerência política”

“É uma imagem melancólica e humilhante para o cidadão brasileiro ver tantas figuras com tantos crimes nas costas reunidas ali, sem que a polícia comparecesse para fazer a sua parte”, disse o jornalista sobre a reunião do PMDB que decidiu pelo rompimento do partido com o governo federal.

“É uma imagem melancólica e humilhante para o cidadão brasileiro ver tantas figuras com tantos crimes nas costas reunidas ali, sem que a polícia comparecesse para fazer a sua parte”, disse o jornalista sobre a reunião do PMDB que decidiu pelo rompimento do partido com o governo federal Por Redação Em seu programa na BandNews FM, o jornalista Ricardo Boechat comentou o rompimento do PMDB com o governo de Dilma Rousseff, oficializado ontem (29). Para ele, o partido não tem qualquer linha programática, ideológica, coerência política ou projeto para o país e não passa de “um conglomerado de interesses”. Segundo Boechat,...

“É uma imagem melancólica e humilhante para o cidadão brasileiro ver tantas figuras com tantos crimes nas costas reunidas ali, sem que a polícia comparecesse para fazer a sua parte”, disse o jornalista sobre a reunião do PMDB que decidiu pelo rompimento do partido com o governo federal

Por Redação

Em seu programa na BandNews FM, o jornalista Ricardo Boechat comentou o rompimento do PMDB com o governo de Dilma Rousseff, oficializado ontem (29). Para ele, o partido não tem qualquer linha programática, ideológica, coerência política ou projeto para o país e não passa de “um conglomerado de interesses”.

Segundo Boechat, o PMDB deixou o governo já pensando em tomar o poder, com a exaltação do vice-presidente da República e presidente nacional da sigla, Michel Temer. “É uma imagem melancólica e humilhante para o cidadão brasileiro ver tantas figuras com tantos crimes nas costas reunidas ali, sem que a polícia comparecesse para fazer a sua parte”, disse sobre a reunião da cúpula do partido.

Para assistir ao vídeo, clique aqui.

Veja também:  Ex-diretor de Marketing da Embratur explica por que nova Marca Brasil é um erro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum