Imprensa livre e independente
18 de junho de 2019, 16h32

Bolsonaristas atacam Alcolumbre por projeto de Abuso de Autoridade

O anúncio da antecipação da votação do projeto de Abuso de Autoridade gerou revolta nas redes bolsonaristas. A proposta deve ir direto para o plenário, em meio ao escândalo do Vaza Jato e às vésperas da visita de Sérgio Moro ao Congresso

Bolsonaro com Davi Alcolumbre, presidente do Senado, no aeroporto de Macapá (Ascom/PR)
O anúncio da antecipação da votação do projeto de Abuso de Autoridade no Senado para esta terça-feira (18) gerou revolta nas redes bolsonaristas. Houve comparações do atual presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), com seu antecessor, Renan Calheiros (MDB-AL), e até hashtag. A proposta deve ir direto para o plenário, em meio ao escândalo do Vaza Jato e às vésperas da visita do ministro da Justiça, Sérgio Moro, ao Congresso. Está programada para esta quarta-feira (19) a participação do ex-juiz federal de Moro em audiência no Senado devido ao Vaza Jato. No entanto, essa não parece ser a única movimentação...

O anúncio da antecipação da votação do projeto de Abuso de Autoridade no Senado para esta terça-feira (18) gerou revolta nas redes bolsonaristas. Houve comparações do atual presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), com seu antecessor, Renan Calheiros (MDB-AL), e até hashtag. A proposta deve ir direto para o plenário, em meio ao escândalo do Vaza Jato e às vésperas da visita do ministro da Justiça, Sérgio Moro, ao Congresso.

Está programada para esta quarta-feira (19) a participação do ex-juiz federal de Moro em audiência no Senado devido ao Vaza Jato. No entanto, essa não parece ser a única movimentação que o Congresso deve fazer após a divulgação das conversas pelo The Intercept Brasil.  Davi Alcolumbre, discute com líderes partidários a possibilidade de retornar com o projeto que endurece o abuso de autoridade.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Questionado pela Istoé, Alcolumbre se esquivou da correlação: “Vejo que a imprensa, uma parte da imprensa, tem dito que pode ser em relação aos vazamentos. Não existe isso. Estamos falando desde fevereiro sobre isso”. “Se os líderes, decidirem que sim, sim, porque é um pleito de vários senadores”, completou, dizendo que o projeto pode ir direto para o plenário sem passar pela CCJ.

Veja também:  Em audiência com Greenwald, Contarato cobra coragem de senadores para instauração de CPI da Vaza Jato

Nas redes sociais, bolsonaristas atacaram o presidente do Senado e subiram hashtag contra a proposta. O senador Álvaro Dias (Podemos-PR), defensor ferrenho da Lava Jato, também tuitou contra Alcolumbre.

Pelo Twitter, Alcolumbre relembrou que já durante a eleição para o comando da Casa prometia retomar o tema e rebateu as críticas.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum